Navegue por

Filho de Kajany é preso como principal suspeito da morte do pai

Está preso no presídio de Poços de Caldas, Kajany Gabriel dos Santos, de 27 anos, acusado de ter matado o próprio pai, o professor Kajany César Moreira dos Santos, de 59 anos no último sábado, 2, na casa onde moravam na rua XV de Novembro, no centro da cidade.

Suspeito foi ouvido pela polícia no dia do crime e liberado – foto redes sociais

O suspeito foi preso nesta terça-feira, 5, pela equipe da 3ª DRACO e levado para o presídio local.

O filho do professor tinha sido ouvido pela Polícia Civil na tarde de sábado, depois que o corpo do professor foi encontrado em casa com um corte profundo no pescoço, várias perfurações pelo corpo. A vítima ainda teve os testículos arrancados.

Após o depoimento ele foi liberado e a Polícia Civil deu sequência às investigações até a prisão do suspeito nesta terça.

O titular da 3ª DRACO, delegado Cleyson Brene, convocou uma entrevista coletiva marcada para as 14h30 desta quarta-feira, 6, na Delegacia Regional de Polícia Civil onde serão passados mais detalhes sobre a investigação e o que teria motivado o crime.

O homicídio

Kajany foi encontrado morto com corte profundo no pescoço na manhã de sábado, 2, por uma equipe do SAMU que havia ido à casa do professor cumprir uma internação compulsória contra a própria vítima, uma vez que ela sofria de problemas mentais. O corpo do professor foi encontrado com várias perfurações.

A vítima foi morta com requintes de crueldade. Os testículos foram arrancados e deixados em um banco da cozinha onde o corpo foi encontrado.

Apesar dos problemas mentais, o professor de educação física era muito querido na cidade. A morte dele causou comoção popular.

A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o assassinato. Ainda no sábado o filho que morava com o professor foi ouvido e liberado. Os dois estavam morando juntos e segundo vizinhos a relação era bastante conturbada. Porém no dia do crime, ele estava na casa de uma tia, onde teria ido depois de uma discussão com o pai na última quinta-feira, 30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *