Browse By

Assassinato de comerciante já é o 7º do ano

O assassinato do comerciante, Rildo José da Silva, de 48 anos é o sétimo registrado pela Polícia Militar este ano. Até o momento dois a menos que ao longo de 2016, quando foram registrados 9 homicídios na cidade.

Polícia ainda não sabe qual teria sido a motivação do crime – foto redes sociais

Na manhã desta terça-feira, 31, a Polícia Civil, por meio do delegado Cleysson Brenne, titular da 3ª DRACO – Delegacia de Repressão e Combate ao Crime Organizado instaurou inquérito para apurar a autoria e o que teria motivado o assassinato do comerciante.

De acordo com o boletim de ocorrência da PM, testemunhas disseram que o comerciante chegou em casa no bairro Dom Bosco em alta velocidade em sua caminhonete juntamente com outro carro, a princípio uma Renault Duster prata, momento em que ocupante da Duster começou a disparar.

O comerciante foi atingido por dois tiros na cabeça. Um na testa e o projétil saiu próximo a nuca e foi parar no muro de uma casa. O outro foi próximo de um dos ouvidos. Após os disparos o ocupante da Duster fugiu do local em alta velocidade.

O comerciante chegou a ser socorrido por populares mas não resistiu e já chegou sem vida na UPA.

A princípio havia informação de que o crime foi motivado por uma briga de trânsito, mas a sobrinha do comerciante postou nas redes sociais que na verdade teria ocorrido uma tentativa de assalto. A PM foi chamada e realizou um intenso rastreamento nas proximidades, mas o suspeito não foi localizado.

O corpo do comerciante foi sepultado às 17h no Cemitério Parque. Rildo José da Silva era casado e tinha dois filhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *