Browse By

Casa é interditada no Quissisana após temporal

Um casal precisou sair da casa de fundos onde mora na Rua Colômbia na noite deste sábado, 6, depois do temporal que caiu na cidade no período da tarde. O imóvel foi interditado pela Defesa Civil depois que um barranco de aproximadamente 3 metros de altura deslizou e atingiu a casa. Os dois foram para casa de parentes. Uma lona foi colocada no barranco que está sendo monitorado. Segundo o coordenador da Defesa Civil, Mauro Barbosa Filho, se houver um novo deslizamento,  a casa da frente e também a do vizinho correm o risco de serem interditadas também.

Defesa Civil monitora o barranco já que outras duas casas também podem ser interditadas por causa do risco de novo deslizamento

A chuva que durou cerca de 45 minutos causou mais estragos em pelo menos 12 pontos da cidade, como alagamentos de ruas na área central, galerias pluviais danificadas e queda de muros. Os ribeirões que cortam o centro da cidade chegaram ao limite máximo. A água passava por cima de uma das passarelas.

Trecho da rua precisou ser interditado por causa da cratera que foi aberta depois do rompimento da tubulação

Moradores ficaram assustados com o volume de água da enxurrada que transformou a Avenida Engenheiro Ubirajara Machado de Moraes em um rio, na zona leste da cidade. A força da água arrastou pelo menos 3 carros e uma moto. Na altura do número 9 parte da via precisou ser interditada depois que uma tubulação se rompeu e formou uma cratera no local.

Desde ontem à tarde equipes das Secretarias de Obras e Serviços Públicos trabalhavam na limpeza de ruas e na retirada de material trazido pela enxurrada. Apesar dos danos e transtorno, segundo o Corpo de Bombeiros não houve registrou de feridos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *