Browse By

Comparsa de assaltante morto durante roubo no Novo Mundo é preso

O assaltante Olair Cristiano Guerreiro Tomé, de 30 anos, foi preso pela Polícia Civil de Poços de Caldas nesta segunda-feira, 17. Foragido do presídio de Pouso Alegre desde maio deste ano, ele participou do roubo a uma casa no Jardim Novo Mundo, quando um bombeiro militar matou um dos assaltantes. Esta é a segunda vez que a Polícia Civil de Poços prende o assaltante.

Assaltante responde a 57 processos na justiça – foto Poçoscom.com/Roni Bispo

Olair Cristiano Guerreiro Tomé foi preso em um condomínio de classe média alta, em São José dos Campos/SP, onde morava há 2 meses. Na manhã desta terça-feira, 18, ele prestou depoimento ao delegado regional da Polícia Civil, Gustavo Manzolli. Segundo o delegado, Tomé foi reconhecido como um dos participantes da tentativa de roubo em uma casa na Rua Montevidéu, no Jardim Novo Mundo, no dia 1º de agosto deste ano. Na ocasião, um dos assaltantes, Geraldo Cristiano de Carvalho, de 22 anos, foi morto por um sargento do Corpo de Bombeiros, que reagiu ao assalto.

O assaltante morto era de Pouso Alegre, assim como o carro usado na fuga dos demais bandidos, um Honda City cinza. Após a identificação de Olair Cristiano Guerreiro Tomé, a Polícia Civil iniciou as investigações e conseguiu localizar o assaltante em São José dos Campos.  Tomé foi preso pelos investigadores Joel, Paulo Silva, Milan, Neif e Acassio, coordenados pelo delegados Hernane Perez Vaz e supervisionado pelo regional Gustavo Manzolli.

De acordo com o delegado regional, Tomé, que é considerado um dos mais perigosos assaltantes de Poços de Caldas, era responsável por identificar os possíveis alvos da quadrilha e passar informações para os demais comparsas, que vinham de outras cidades para praticar os crimes na cidade. “Existe a suspeita da participação dele em outros crimes. Por ser de Poços de Caldas, ele era aquele indivíduo com ligações com criminosos de outros estados e outras cidades, que ele trazia para o município, após o levantamento que ele mesmo realizava para praticar novos roubos aqui, sempre com violência, sempre com arma de fogo e sempre causando muita intimidação às vítimas”, destacou o delegado.

Olair Cristiano Guerreiro Tomé responde a 57 processos criminais, sendo que 54 deles só em Minas Gerais, totalizando mais de 114 anos de prisão. Entre os processos está a participação em um assalto ao condomínio Campo da Cachoeira, em março de 2015. Na ocasião, dez moradores de três casas foram rendidos pelo grupo que invadiu o condomínio de luxo. As vítimas, inclusive crianças, tiveram mãos e pés amarrados durante o assalto. A quadrilha fugiu levando joias, dinheiro e um carro.

Parte do grupo foi presa em abril do mesmo ano, inclusive Olair Cristiano Guerreiro Tomé. Antes do assalto ao condomínio, Tomé já cumpria pena no presídio de Pouso Alegre por outros assaltos.

Ele foi beneficiado por um indulto e não voltou mais ao presídio. Em maio deste ano ele fugiu novamente junto com outros 3 detentos. Eles fizeram um buraco na parede da cela e em seguida pularam o muro. Um carro já esperava pelo grupo do lado de fora.

One thought on “Comparsa de assaltante morto durante roubo no Novo Mundo é preso”

  1. Edirlei Viana says:

    Cumprimento a equipe da nobre Polícia Civil pelo brilhante trabalho. Trata-se de um contumaz infrator de alta periculosidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *