Browse By

Educafro inicia atividades em nova sede

Após dificuldades para encontrar uma nova sede, o curso pré-vestibular comunitário Educafro iniciou o ano letivo de 2018 na sala 13 do campus de Poços de Caldas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais.

Durante a aula inaugural foi contextualizado o racismo no Brasil

A aula desta segunda-feira, 2, teve início com apresentação da história do núcleo Laudelina de Campos Melo, nome adotado pelo Educafro em Poços de Caldas. O professor Tiago Mafra também rememorou a trajetória da poços-caldense Laudelina como líder pelo reconhecimento dos direitos das empregadas domésticas, além explicar os objetivos do curso enquanto movimento social.

O coordenador e ex-aluno José Mário Pereira Carvalho Andrade explanou as normas que norteiam a convivência e o funcionamento do cursinho no IFSULDEMINAS, que estabeleceu a parceria com o Educafro neste ano.

A aula inaugural foi ministrada pela professora Maria José de Souza, a Tita – veterana militante do movimento negro na cidade, ex-vereadora e pesquisadora.

A aula contextualizou historicamente o racismo no Brasil desde a colonização, analisando suas implicações na atualidade, decorrentes daquele modelo político, econômico e social.

Com bom humor, ela instigou os estudantes a participarem da conversa e eles trouxeram reflexões sobre preconceitos contra indígenas e religiões afro-brasileiras.

O núcleo Laudelina de Campos Melo existe em Poços de Caldas desde 2003. O Educafro é um curso que promove a inclusão de alunos de baixa renda e da população negra na universidade, focando no ensino público. As aulas são de segunda a sexta, das 19h às 22h30, e todos os professores e coordenadores são voluntários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *