Browse By

Exemplo de Mãe – Chefe Escoteira

Aos 46 anos, Patrícia Bougeard praticamente cumpre uma jornada tripla, como dona de casa, fotógrafa e chefe escoteira. Os filhos, de 10 e 12 anos, já seguem os passos da mãe no escotismo e, até mesmo, na fotografia.

Há 2 anos Patrícia é escoteira ao lado dos filhos – foto Pati Passos

Diariamente, ela tenta conciliar as funções da melhor maneira possível. E foi exatamente no escotismo que a fotógrafa conseguiu unir ainda mais a família. Chefe escoteira há dois anos, Patrícia se diz apaixonada pelo movimento.

Através do escotismo, ela enxergou uma forma de projetar o futuro dos dois filhos – Henrique, de 12 e Murilo, de 10 anos -, ambos também integrantes do Pinheiros, grupo de escoteiros de Poços de Caldas.

A disciplina exigida durante os encontros e acampamentos é aplicada no dia a dia com os meninos que, mesmo antes de serem escoteiros, já ajudavam nos afazeres de casa.

Ela acredita que a filosofia do grupo, o trabalho em equipe, o respeito pelos pais e pelo próximo e, principalmente, a convivência, podem ajudar na formação não só de seus filhos, como de todas as crianças que participam do movimento. “Em casa, eles já arrumam a cama, lavam a louça, ajudam no dia a dia e, hoje, o mercado de trabalho exige, cada vez mais, este espírito de equipe e respeito”, explica Patrícia.

O fato dela participar com os meninos do escotismo aumentou ainda mais a afinidade com os filhos. Mesmo na pré-adolescência, em momento algum os dois sentem algum tipo de vergonha por estarem vestindo uniformes ou participando das atividades durante os acampamentos ao lado da mãe.

Os encontros são uma forma dela ficar mais tempo com os filhos, já que a rotina como fotógrafa ocupa um bom espaço de tempo, especialmente em eventos noturnos e aos finais de semana.

A afinidade e a cumplicidade no escotismo se refletem também no lado profissional. O filho mais novo, Murilo, além de seguir os passos da chefe escoteira, também tem se revelado um apaixonado por fotografia. Em festas da família ou em momentos no estúdio da mãe, ele já se arrisca com a câmera. “Eu não ensinei, ele simplesmente ficava me observando e, quando pegou a máquina, já sabia exatamente o que fazer”, conta Patrícia.

Claro, ela sente um orgulho enorme dos filhos e esse será mais um Dia das Mães de muito amor ao lados deles. “São dois meninos de ouro, temos um carinho muito grande por eles e, como mãe, sinto muito orgulho dos dois. Tenho certeza que estão no caminho certo”, celebra Patrícia, mãe, fotógrafa e chefe escoteira.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *