Browse By

João Papelão vai a júri popular hoje

 Teve início na manhã desta quinta-feira, 31, no Fórum de Poços de Caldas o júri popular do empresário, João Batista dos Reis, conhecido como “João Papelão”, acusado de ser o mandante da morte da ex-companheira, a servidora pública Andrea Araújo de Almeida, de 34 anos, em janeiro de 2014.

imprensa e público aguardavam pelo início do julgamento – foto Poçoscom.com/Roni Bispo

João Papelão que chegou andando no Fórum com o advogado de defesa foi preso em março de 2014 e solto em setembro de 2015 por uma decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, que concedeu liberdade provisória para aguardar pelo julgamento fora da prisão.

Além do empresário outros 3 suspeitos também presos dias depois de serem identificados por meio das imagens de segurança que ficavam em casas perto do trabalho de Andrea, onde ela foi raptada pelos autores.

Agora pela manhã a expectativa era grande em frente ao Fórum, imprensa, estudantes de direito e familiares aguardavam para o início do julgamento que não tem previsão para acabar.

De acordo com o inquérito da polícia civil, o empresário teria pago R$ 50 mil a pistoleiros para matar e ocultar o corpo da servidora. A motivação do crime seria por causa da partilha de bens. Na época João Papelão, que tinha como atividade a reciclagem de materiais, teria um patrimônio estimado em R$ 70 milhões.

Por causa da proporção que se deu ao caso e de segurança, o trânsito na rua Pernambuco entre as ruas Minas Gerais e Assis, está interditado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *