Browse By

A LENDA DA COMPETÊNCIA – Roberto Tereziano

Era uma vez um departamento que planejou oferecer para uma avenida da cidade uma bela decoração com luminárias modernas e elegantes e não foi diferente com praças e jardins da cidade. O equipamento foi instalado pra orgulho dos moradores e principalmente para uma cidade que tem na sua historia uma historia paralela de pioneirismo energético que bem poderia , parafraseando a França, também ser chamada “Cidade Luz”.

Os técnicos do departamento se esqueceram de entregar para a prefeitura uma ferramenta de papel que orientava sobre a necessidade de alguns cuidados  para a conservação de tais luminárias e a falha agradou em muito um grupo de vândalos também chamados de fungos, e ferrugem.

Ferrugem é produzida quando a humidade do ar encontra um material ferroso desprotegido. Ela pode ser controlada ou evitada de maneira simples, porem, de for aliada ao descuido, é capaz de destruir estruturas gigantescas.

Diziam os vândalos que a beleza estaria protegidas  mas não seria por muito tempo pois os “manos” da manutenção logo se esqueceriam de cuidados elementares e passariam a ter uma má atenção com tais luminárias e foi o que sempre aconteceu.

A humidade do ar e a falta de cuidados e principalmente a falta de “fé” na força destruidora dos fungos, possibilitaram que o ataque começasse de maneira quase imperceptível.

Assim, já que o pessoal da manutenção teve uma má-atenção o grupo do CGF (Comendo Geral da Ferrugem) pois suas forças armadas a serviço da destruição.

 

No começo era apenas um minúsculo ponto de ferrugem.

Pouco tempo depois ele foi ganhando território, e atacando, e se alastrando campo a fora e deixando  todo o território dominado.

Dias depois do primeiro ataque sem defesa, sem “mano-atenção” o ataque da ferrugem vai ganhando espaço, até que certa manhã, o que poderia ter sido controlado preventivamente, com uma lixa e algumas gotas de anti – ferrugem e tinta, termina com uma luminária inteira destruída.

E outros ataques e outras “mortes” virão. Palmas para a competência da ferrugem.

 

Parafraseando um certo alcaide chefe – mór da equipe de má-nutenção corrosiva: ISTO É COMPETÊNCIA…

4 thoughts on “A LENDA DA COMPETÊNCIA – Roberto Tereziano”

  1. Eurides Oliveira de Melo says:

    Parabéns pelo seu cuidado e carinho por nossa cidade. Além de um excelente jornalista, nos arualiza com reportagens inteligentes e atuais do que ocorre no dia a dia . Muito boa a sua percepção sobre a corrosão das luminárias por falta de uma manutenção efetiva .

  2. Rubens CarusoJr. says:

    Roberto Tereziano me representa. Obrigado!

  3. Luis Felipe Cardillo says:

    Lindo! Isso é poesia, jornalismo e informação de qualidade com requinte.

  4. Carlos Frederico b de oliveira says:

    A sim como as luminárias destruídas ! uma vergonha as calçadas e marquises da cidade. Isto é competência!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *