Novo comandante da PM quer mais policiais nas ruas

Esta é uma das medidas adotadas pelo novo comandante do 29º Batalhão de Polícia Militar de Poços de Caldas, tenente coronel Jardel Trajano de Oliveira, que assumiu oficialmente a unidade nesta terça-feira, 12, durante solenidade no batalhão situado na Estância São José.

Novo comandante vai priorizar o policiamento ostensivo nas ruas – foto Poçoscom.com

O tenente coronel Trajano substitui o tenente coronel Sandro Wesley Oliveira que por dois anos esteve à frente do 29º BPM, o terceiro batalhão comandado por ele ao longo dos 29 anos de carreira na Polícia Militar.

Ten cel Trajano já atuou em Poços de Caldas por 9 anos, na época como tenente, e agora retorna com a missão de aumentar a segurança na cidade usando todo o efetivo disponível da PM, inclusive os militares que atuam no setor administrativo. “É um trabalho conjunto com o comando da 18ª RPM, por meio do coronel Queiroz, que traçou esta diretriz e a prioridade é o serviço operacional. Por isso que em determinados momentos estamos abdicando do serviço administrativo e potencializando o serviço operacional,” ressalto o novo comandante do 29º Batalhão.

Quebra de protocolo

Ainda durante a solenidade de troca de comando, o ex-comandante ten cel Sandro, emocionou o publico presente ao quebrar o protocolo e se dirigir de forma informal aos ex-comandados e ainda ao prestar a última continência como militar ao pai dele, Lázaro de Oliveira, 1º sargento reformado da PM aposentado há 34 anos e inspiração do ex-comandante, que desde menino, sonhava em trilhar os passos do pai que foi técnico de comunicação da PM. Ao final da continência um abraço fraterno entre pai e filho, selou o fim de um ciclo na carreira do militar. ”Por três vezes atuei em Poços de Caldas, cidade que escolhi para viver e encerrar minha carreira. Ao longo dos dois anos que estive à frente do 29º Batalhão pude fazer um trabalho voltado para comunidade, deixando o gabinete e fazendo contato direto com a população nos bairros para atender os anseios dos moradores que vivem e sabem da realidade de cada localidade. Este trabalho foi possível com o deslocamento da base comunitário pelo menos uma vez por semana nos bairros. “Hoje inicia um novo ciclo em minha vida e sou muito grato a todos, a Deus, e principalmente meus pais que me apoiaram minha esposa e os amigos e amigas que fiz ao longo de minha carreira e que vou levar para sempre,” finalizou o ex-comandante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este site está protegido.