Browse By

O lado positivo do Pokémon GO. Por que não?

Quem passa pela Praça Pedro Sanches e nos arredores do Parque José Affonso Junqueira já percebeu a movimentação dos Pokémon hunters, ou os caçadores de Pokémon. Desde a semana passada quando a nova mania mundial chegou ao Brasil, uma legião de fãs da animação dos monstrinhos japoneses saiu às ruas munidos com seus smartphones para capturar uma centena de criaturas virtuais espalhadas por toda parte.

pokemonA agitação dos “caçadores” chama atenção, pois a aglomeração de jovens e até mesmo adultos na praça é impressionante, principalmente por se tratar de dias úteis.Alguns saem da escola e dão uma passadinha por ali já pra marcar território e interagir com outros caçadores e é claro capturar mais algum monstrinho que ficou do dia anterior.

A febre virtual que tem contagiado o mundo tem mobilizado as autoridades em relação à segurança. Uma vez que os pokemons hunters, fascinados pela caçada se distraem ao fixar os olhos para telinha do smartphone e correm o risco de serem atropelados ou até mesmo assaltados, como já aconteceu em grandes centros onde os caçadores foram atraídos para locais ermos na expectativa de capturar um destes monstrinhos virtuais e viraram vítimas dos assaltantes. Em Minas Gerais a PM lançou uma animação nas redes sociais alertando os caçadores sobre os riscos.

Universitários passaram a tarde na caçada virtual

Universitários passaram a tarde na caçada virtual

Não há como negar que a nova mania já contagiou muita gente, e assim como toda mania virtual logo, logo deve passar. Porém observando a rotina dos pokémons hunters, ao lado de minha esposa Carolina, ela  observou algo de positivo nesta “loucura” toda e que merece ser destacado. Os tais monstrinhos virtuais têm feito com que os jovens saiam de frente do computador e se movimentem mais, controlando de certa forma o sedentarismo.

Conversando com alguns caçadores na praça, eles disseram que gastam em média de uma hora e meia a duas horas procurando pelos pokémons, ou seja, caminham e ainda ficam expostos ao sol, absorvendo vitamina D, que associada à absorção de Cálcio e Fósforo ajuda no fortalecimento dos músculos e ossos, e consequentemente ajuda a prevenir a osteoporose.

pokemon1

Se é uma febre virtual ou não, o importante é que está fazendo esta moçada se movimentar, alguns até mesmo passaram a apreciar melhor os pontos turístico de nossa cidade e até já sabem os nomes deles.

pokemon2

Se a febre virtual trouxe este lado positivo e que de certa forma tem contribuído com a saúde e a cultura dos pokemons hunters, por que não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *