Browse By

Secretaria de Saúde investiga suspeita de febre amarela em turista

A Secretaria de Saúde de Poços de Caldas aguarda o resultado do exame coletado em uma paciente internada desde o dia 15 de janeiro, no Hospital Santa Lúcia, com suspeita de ter contraído febre amarela. O material foi encaminhado para a Fundação Ezequiel Dias – Funed em Belo Horizonte.

Hospital Santa Lúcia tem dois leitos credenciados para o tratamento de pacientes com febre amarela

A mulher, que mora em São Paulo e tem 27 anos, veio visitar familiares na zona leste de Poços, no sábado, dia 13. Na segunda-feira, ela passou mal e foi internada no Hospital Santa Lúcia que tem dois leitos credenciados pela Secretaria Estadual de Saúde para tratamento de pacientes com febre amarela.

De acordo com a Secretaria de Saúde, antes da viagem para Poços de Caldas, a paciente passou alguns dias de férias em Atibaia, interior de São Paulo, cidade considerada área de risco para febre amarela pelo governo paulista.

Assim que deu entrada no hospital, a Secretaria de Saúde foi notificada e a Vigilância Ambiental realizou o procedimento padrão, adotado não só para casos de febre amarela, como para dengue, zika e chikungunya.

Entre as medidas preventivas, foi realizada uma Pesquisa Vetorial Especial (PEV) num raio de 100 metros da casa onde a paciente esteve hospedada na zona leste. Segundo a Secretaria de Saúde, nada em relação à febre amarela foi encontrado.

Se a suspeita for confirmada, este será o primeiro caso importado de febre amarela registrado no município. Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, em Poços de Caldas não foi registrado nenhum caso do doença.

No ano passado, a morte de um macaco causada por febre amarela colocou o município em alerta. Os cinco casos suspeitos foram descartados e não houve registros de casos da doença em humanos no município.

Como parte do trabalho de enfrentamento, foi feito o monitoramento de cobertura vacinal da febre amarela, imunizando mais de 50 mil pessoas em 2017, além da população já imunizada anteriormente.

Este ano, por causa dos novos casos da doença pelo país e pela proximidade de Poços de Caldas com o estado de São Paulo, os moradores que ainda não foram vacinados estão sendo orientados a procurar as salas de vacina.

No município está sendo aplicada a dose inteira da vacina, suficiente para toda a vida. A cobertura vacinal do município é considerada alta, por causa da vacinação intensificada em 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *