Browse By

Serviço de proteção já atendeu 120 mulheres vítimas de violência doméstica em 2018

O Serviço de Proteção e Atendimento Especializado às Famílias e Indivíduos (PAEFI-Mulher) já atendeu 120 mulheres em situação de violência doméstica em Poços de Caldas, de janeiro a setembro de 2018.

O atendimento é de segunda a sexta-feira e totalmente gratuito – foto Poçoscom.com/Roni Bispo

O núcleo que integra o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), da Secretaria Municipal de Promoção Social, é referência no atendimento à mulher que enfrenta violência doméstica, num momento delicado e de vulnerabilidade.

Desde fevereiro deste ano, o CREAS passou a funcionar na Rua Laguna, 820, no Jardim dos Estados. A nova estrutura, com salas para o atendimento individualizado, permite que a mulher se sinta à vontade para relatar a situação de violência que vive no relacionamento. O atendimento é sigiloso.

O PAEFI Mulher está ligado à Lei Maria da Penha e faz parte das políticas públicas de assistência social. O objetivo é o acolhimento e a orientação de mulheres que vivenciaram alguma situação de violência dentro de casa, que pode ser violência física, psicológica, moral, patrimonial e sexual.

Com atendimento gratuito, independente da classe social, no CREAS a mulher se sente acolhida e pode contar com apoio social, psicológico e jurídico. ”É importante a mulher saber que o objetivo do PAEFI Mulher é orientar as vítimas para que se fortaleçam e consigam romper com o ciclo de violência na relação. Muitas vezes, a mulher deseja permanecer na relação, mas sem conviver com a violência. Aqui, com apoio psicológico, ela será orientada tanto na questão da violência, quanto na autonomia financeira sempre visando o fortalecimento”, explica a psicóloga do CREAS, Giulia Viotti Granato.

A psicóloga reforça que o atendimento no CREAS não é voltado para denúncia do agressor e sim para a orientação. “Muitas vezes, a mulher deixa de procurar pelo serviço, pois acredita que tem que denunciar o agressor. Este não é o objetivo do núcleo. Nosso trabalho não exige que ela se separe ou denuncie. Ele é voltado para o acolhimento e fortalecimento, para romper a violência e não necessariamente o relacionamento. Quando a mulher quer denunciar a violência, ela vai direto à delegacia”, destaca.

Para garantir assistência integral, o CREAS tem parcerias com a Secretaria Municipal de Saúde, Delegacia da Mulher, Defensoria Pública e PUC Minas, para o caso da mulher desejar entrar com algum tipo de ação contra o agressor, uma vez que o assessor jurídico do serviço apenas presta orientações sobre direitos.

Serviço:

CREAS/ PAEFI Mulher – Rua Laguna, 820, no Jardim dos Estados

Atendimento: de segunda a quinta das 8h às 19 horas e de  sexta-feira das 8h às 18 h.

Telefone:  3713-6216 ou 3697-2626

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *