Browse By

Solidariedade: Caminhoneiros doam sangue e óleo diesel

Conscientes da importância do movimento dos caminhoneiros para a economia do país, muitos moradores de Poços de Caldas têm colaborado com o movimento fazendo doação de alimentos e outros donativos para os trabalhadores que estão no Marco Divisório desde a última terça-feira, 22.

Doação chega em boa hora, ja que o estoque está abaixo do normal

A categoria vem recebendo apoio de diversos segmentos e, como forma de retribuição, aproximadamente 40 caminhoneiros foram ao Hemocentro de Poços de Caldas, no início da tarde desta segunda-feira, 28, para fazer doação de sangue.

A ação também foi motivada pelo apelo feito pela direção da unidade, na última sexta-feira, que deixou de receber doadores de outras cidades por causa da falta de combustíveis. Na ocasião, a direção solicitou aos moradores de Poços que fossem até o Hemocentro para fazer doações ao longo desta semana.

Os voluntários foram levados para o Hemocentro por meio de um ônibus cedido pela Fatima Tur, voluntários e Circullare.

Sem combustível e com uma redução de 30% do número de doadores por causa dos dias frios, o estoque de sangue baixou consideravelmente. A unidade inclusive vai abrir no feriado de Corpus Christ, nesta quinta-feira, 31, para receber mais doações.

Ainda no sábado, os caminhoneiros doaram 200 litros de óleo diesel para as ambulâncias do Samu, que operam em situação de extrema emergência, atendendo apenas casos urgentes. Cada ambulância tem capacidade para 80 litros de diesel.

2 thoughts on “Solidariedade: Caminhoneiros doam sangue e óleo diesel”

  1. Luciana almeida opipari says:

    Feliz demais a internet é um grande instrumento para o bem !!!!!
    Ontem fiz um apelo pelo watts nos grupos de manifestação. Fico feliz de um pouco de mim ter surtido efeito sou funcionaria do laboratório do hospital santa Lúcia de poços de caldas e nada melhor do que pensar nos paciente podendo salvar vidas !!!
    Força Brasil
    #somostodoscaminhoneiros 🙏😍

  2. Pingback: Intervenção militar: NÃO podemos aceitar ⋆ De Frente com Gaby
  3. Trackback: Intervenção militar: NÃO podemos aceitar ⋆ De Frente com Gaby

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *