Browse By

Vacinação contra Poliomielite e o Sarampo começa hoje

Tiveram início nesta segunda-feira, 6, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo e a Campanha Estadual de Atualização da Caderneta de Vacinação. A ação é voltada para crianças entre um ano e quatro anos, 11 meses e 29 dias de vida, independentemente da situação vacinal. As Campanhas vão até o dia 31 de agosto, sendo que no Dia D, 18 de agosto, todas as salas de vacinação estarão abertas para atendimento.

Campanha vai até o dia 31 de agosto – foto divulgação

A cobertura vacinal contra a poliomielite prevê doses aos dois, quatro e seis meses de vida, com reforços a partir de um ano e três meses e aos quatro anos. Já a tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) deve ser aplicada em duas doses para o público entre 12 meses e 29 anos, além de profissionais de saúde de qualquer idade. População na faixa etária entre 30 e 49 anos deve tomar apenas uma dose. “As doses registradas no cartão de vacinação da vacina tríplice ou tetraviral são consideradas, independente da fase da vida em que elas foram administradas. Na dúvida, o ideal é levar o cartão de vacinação até a sala em que a pessoa costuma ser atendida para que a equipe de saúde possa verificar e já fazer a atualização do cartão com as doses necessárias”, explicou a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Juliana Loro Ferreira. Durante esta semana, haverá ainda uma reunião para operacionalização da campanha, com as equipes das salas de vacina.

Tanto sarampo quanto poliomielite são doenças infectocontagiosas. A pólio também conhecida por paralisia infantil é provocada pelo poliovírus, transmitido principalmente pela via fecal oral e menos comumente por água ou alimentos contaminados. Já a transmissão do sarampo se dá por meio de secreções das vias respiratórias, podendo ser transmitida diretamente de uma pessoa à outra, por meio de tosse, espirro, fala ou respiração, ou também pela aglomeração em ambientes fechados. Importante lembrar que estas campanhas são formas de chamar a atenção e mobilizar um maior número de pessoas, mas todas as vacinas do calendário nacional estão disponíveis nas salas, durante o ano todo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *