Defesa Civil interdita rua e casa no Santa Augusta

A chuva que cai sem parar na tarde desta quarta-feira, 18, em Poços de Caldas já traz algumas consequências. No bairro Santa Augusta por exemplo, parte da Rua Conceição Frizzo, bem no final dela, teve de ser interditada depois que parte de um barranco nos fundos de dois predinhos caiu, levando os muros dos fundos e parte dos quintais.

Barranco encharcou e derrubou muro e interditou a rua - foto Roni Bispo/ Pocoscom.com
Barranco encharcou e derrubou muro e interditou a rua – foto Roni Bispo/ Pocoscom.com

A terra ficou bastante encharcada com o volume de chuva e também atingiu alguns postes interrompendo o serviço de telefonia fixa, porém segundo a Defesa Civil, o fornecimento de energia elétrica não foi interrompido.

Muro desmoronou e levou parte do quintal
Muro desmoronou e levou parte do quintal

Donos dos imóveis tentavam cobrir a parte do barranco que caiu com lona para evitar que o restante do terreno desabasse.

Bombeiros e Defesa Civil orientaram a cobrir o barranco para evitar novos desabamentos
Bombeiros e Defesa Civil orientaram a cobrir o barranco para evitar novos desabamentos

Nos prédios que foram recentemente construídos, havia apenas uma família morando no local. Mas de acordo com o funcionário da Defesa Civil, Décio Amauri Loiola,  pelo fato do apartamento ficar do outro lado de onde houve o desabamento, não há riscos para a família e por tanto não há necessidade de deixar o imóvel.

A mesma sorte não teve uma família na Rua Professora Nicolina Bernardo, também no Santa Augusta. A casa onde eles moram foi interditada pelo Corpo de Bombeiros e também pela Defesa Civil depois que a garagem foi atingida por um desabamento.

Felizmente ninguém ficou ferido, porém por ainda haver risco de um novo desabamento, as autoridades competentes decidiram por interditar o imóvel e retirar a família do local.

Os moradores devem passar a noite na casa de parentes. Os dois pontos onde houve desabamento estão sendo monitorados pela Defesa Civil.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, até o momento já choveu 56,2 mm em Poços de Caldas. A chuva deve continuar até a próxima quarta-feira em Poços e região. Uma grande área de instabilidade está sobre o Sul de Minas, Norte e Leste de São Paulo, que vai ocasionar uma intensidade de chuva pelos últimos dias, inclusive nesta quinta-feira, dia 19, há possibilidade de uma grande pancada de chuva a partir das 13h.  Coincidência ou não, nesta quinta-feira completa um ano que Poços de Caldas foi atingido por um forte temporal que acabou alagando o centro da cidade. Na época em menos de 2 horas choveu cerca de 150 mm. Vale lembrar que a média pluviométrica em Poços de Caldas é de 272 mm no mês de janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.