Browse By

Alunos do CEI Nossa Senhora da Glória são transferidos para outras unidades

A Secretaria Municipal de Educação concluiu, nesta semana, a transferência dos alunos que eram atendidos pela Creche Nossa Senhora da Glória. Um alívio para os pais dos estudantes que não sabiam onde os filhos iam estudar este ano depois que o CEI fechou as portas depois que o convênio entre a Prefeitura e a entidade foi encerrado em setembro do ano passado, devido a pendências na prestação de contas e no quantitativo de crianças atendidas.

A transferência dos estudantes foi concluída esta semana

Como havia pendência, no ano passado 48 alunos já tinham sido transferidos para outras unidades. Este ano como a escola não reabriu mais 65 estudantes foram matriculados em outras unidades de educação infantil da rede municipal, totalizando 113 crianças atendidas.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, 5 famílias que estavam na listagem de solicitação de transferências não foram localizadas. Outras 4 famílias recusaram as vagas ofertadas e optaram por aguardar a reabertura de vaga na unidade desejada. “As crianças foram transferidas para diversos CEIs, buscando atender as solicitações dos responsáveis, de acordo com a disponibilidade de vagas. Quando não foi possível atender na opção solicitada pela família, a Secretaria de Educação ofereceu a vaga em outra unidade no mesmo zoneamento”, explica a chefe da Seção de Administração Escolar da SME, Angélica Xavier Figueiredo.

O último plano de trabalho do CEI Nossa Senhora da Glória previa atendimento de 125 crianças, mas muitas já aguardavam transferência desde o ano passado. Após o comunicado sobre a paralisação do atendimento, a Prefeitura recebeu 51 solicitações de transferência.

O município manifestou interesse em alugar o imóvel onde funcionava a creche para dar continuidade ao atendimento no local. Esta possibilidade está sendo analisada juridicamente pela Procuradoria Geral, a partir da documentação apresentada pela instituição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *