Browse By

Poços Mais Segura: Gabinete de Gestão Integrada é reativado

Foi lançado na tarde desta sexta-feira, 5, o programa de segurança Poços Mais Segura. O lançamento ocorreu nas futuras instalações da sede da Guarda Municipal, na antiga Estação Mogiana/Fepasa.

Toten que está em fase de teste será instalado em outros pontos da cidade – foto Poçoscom.com/Roni Bispo

O programa visa principalmente otimizar o trabalho da Guarda Civil Municipal que além da área central terá outros três postos avançados na zona leste, oeste e sul da cidade.

A GMC passa a contar ainda com mais quatro novas viaturas compradas recentemente e quatro motocicletas e também a implantação da bike patrulha intensificando as rondas na área central.

O Poços Mais Segura marca a reativação do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), que reúne os órgãos de segurança que atuam no município. O GGIM, que não se reunia desde 2016, foi criado por meio do decreto 10.795, de janeiro de 2013,  alinhado ao Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (PRONASCI), instituído pela Lei nº 11.530/2007, visando à melhoria da segurança pública.

“O Poços mais Segura vai reunir Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, Comissariado de Menores, promotores, juízes, conselhos tutelares, enfim, juntaremos nossas forças para que a população volte a ter mais segurança. É um projeto que lançamos agora em 2018 e que será concluído até o final de 2019, com a completa instalação do videomonitoramento em toda a cidade”, explicou o prefeito Sérgio Azevedo.

Outra importante ação é a instalação de totens e luminárias com câmeras em diversos pontos da cidade, numa parceria com o DME. Uma delas será instalada no começo da Avenida João Pinheiro, em frente a base da Guarda, e ajudará a identificar carros roubados e outros tipos de crimes e infrações.

Está prevista ainda a realização de mais blitzes e rondas em parceria com a PM para combater o tráfico de drogas. Nas escolas, a ronda vai voltar. “A ronda vai ser com presença dos GMs até a completa instalação do videomonitoramento”, informa o secretário de Defesa Social, Marcus Sansão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *