Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.

Corregedoria deve analisar denúncia de prática de trabalho infantil por vereador

A denúncia feita pelo Conselho Tutelar sobre prática de trabalho infantil em uma das padarias do vereador Pedro Magalhães( PSDB), o Pedrinho da Zona Sul, tem sido o centro das atenções nas redes sociais nos últimos dias. Algumas pessoas condenam o fato da filha do vereador de 13 anos estar trabalhando sozinha por se tratar de trabalho infantil, já outras entendem que não há problema, já que se trata de uma empresa familiar.

Corregedor da Câmara vai analisar a denúncia- foto arquivo

A denúncia foi feita na última terça-feira, 28, depois que uma equipe do Conselho Tutelar esteve na padaria no bairro São Sebastião na Zona Sul da cidade e flagrou a filha do vereador sozinha no estabelecimento. O conselho chegou até o local depois de uma denúncia anônima. O caso foi registrado também pela PM.

O vereador nega que a filha estava trabalhando e que a denúncia teria sido feita por adversários políticos. Ainda segundo Pedro Magalhães, a casa dele fica em cima da padaria e a escada de acesso fica dentro do estabelecimento. Magalhães não vê o fato como trabalho infantil, pois os filhos cresceram neste ambiente familiar, tendo em vista que a mãe dele trabalha na padaria e eles sempre estiveram por ali, mas nunca trabalharam.

Magalhães disse ainda que diante dos fatos, como vereador vai propor a realização de uma audiência pública para que seja debatido o Estatuto da Criança e do Adolescente, uma vez que entende que a legislação vai contra a vontade de muitos que acreditam que os adolescentes possam trabalhar, sem que haja a exploração da mão de obra infantil e sim o aprendizado, em vez de ficarem na rua.

O caso que também será apurado pela Polícia Civil também chegou ao conhcimento dos demais vereadores.  E caso a denúncia chegue de forma oficial à Câmara, o corregedor, o vereador Joaquim Alves (PMDB), que se diz contra a conduta de quem explora a mão de obra infantil vai analisar o caso para saber se houve quebra de decoro ou não.

Um comentário em “Corregedoria deve analisar denúncia de prática de trabalho infantil por vereador

  • 1 de setembro de 2017 em 21:42
    Permalink

    Palhaçada isso,crianças vendendo drogas e menores na rua de madrugada bebendo e usando drogas o Conselho Tutelar não se esforça para minimizar a situação.Uma vergonha isso!!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *