Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.

Cortella é uma das atrações do Flipoços desta terça na Urca

O Festival Literário Internacional de Poços de Caldas (Flipoços) que teve início no sábado (27) e vai até o próximo domingo (05) no Espaço Cultural da Urca recebe, na terça-feira, o I Fórum de Debates Indígenas, com as presenças de Aílton Krenak, Betty Mindlin e da tribo dos Kiriris do Rio Verde, das 9h às 12h.

Ainda na terça-feira às 10h30 o festival que tem como tema “Literatura sem Fronteiras” recebe a contação de histórias da América Latina, com a escritora Silvana Salerno, que conta a histórias da criação do mundo a partir da ótica dos guaranis da Bolívia, dos piratas no Panamá, das bruxas na Costa Rica e do Saci no Brasil.

Pela segunda vez no Flipoços, Cortella lança o livro “Nem anjos, nem demônios: a humana escolha entre virtudes e vícios”

Às 18h, na Arena Cultural, o escritor Fernando Scheller lança o livro “O amor segundo Buenos Aires” e conta da experiência como repórter para além das fronteiras em países como Paquistão e Afeganistão.

Para os fãs de sci-fic, o escritor F.E. Jacob lança o livro “Homo Tempus” às 18h na Biblioteca Centenário. No mesmo horário, no Museu Histórico e Geográfico, a escritora Kátia Pinno ministra uma oficina de criação literária.

Às 19h30, o filósofo Mário Sérgio Cortella lança o livro “Nem anjos, nem demônios: a humana escolha entre virtudes e vícios”.  Às 20h, terá apresentação da banda Dr. Nelson, na área externa.

Quarta-feira

Na quarta-feira (01), o Festival recebe às 09h30  a palestra “Literatura sem Fronteiras: o que é, afinal, casa?”, com a autora portuguesa Ana Pracaschandra, na Arena Cultural.

No Teatro Urca às 10h a autora Sílvia Lobo lança o livro “Mãs que fazem mal”.

Neste mesmo dia, no Espaço Sesc Flipocinhos, os autores indígenas Daniel Munduruku e Aurtiha Tabajara participam de atividades.

Às 15h30, a escritora Ana Pala Simonaci lança a antologia Literatura Latino-Americana Femina. Ás 17h, o cineasta Marc Dourdin exibe o filme “Ultraje” e bate-papo com o público. Às 17h, Dante Gallian lança o livro “Os clássicos e a saúde da alma”. Às 18h30, Luiz Biajoni e Alex Castro participam da mesa “Nascidos na Internet”.

Ainda na quarta-feira, a mesa “A abordagem do narcotráfico pelo jornalismo literário” recebe o ex-prefeito de Medellín e biógrafo do Pablo Escobar, Alonso Salazar e os jornalistas Allan de Abreu e Edu Carvalho.

Vale destacar que além das atrações do festival, ocorre simultaneamente a Feira do Livro, que neste ano conta com mais de 80 exposições e tem livros sendo vendidos a partir de R$ 5.

O Flipoços é realizado pela GSC Eventos Especiais. Em 2018, o festival recebeu o troféu de vencedor na categoria Cadeia Produtiva do Prêmio IPL – Retratos da Leitura 2018. O Flipoços 2019 conta com o patrocínio do DME, Café Três Corações e Secretaria de Turismo. Com o apoio das entidades Câmara Brasileira do Livro, Câmara Mineira do Livro, Instituto Pró-livro, Embaixada de Portugal no Brasil e Instituto Camões. Parceria Cultural Sesc e Senac Minas.  Mais informações, sobre ingressos, programação completa e guia virtual podem ser obtidas no site www.flipocos.com e telefone 35 3697 1551.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *