Discussão de trânsito termina com agressão na Marechal

Uma discussão de trânsito na rua Marechal Deodoro, envolvendo os dois motoristas e duas mulheres que os acompanhavam, acabou em agressão, na tarde desta quarta-feira, 27. A briga foi registrada em vídeo e viralizou nas redes sociais. Nas imagens, uma senhora aparece dando uma gravata na outra, que cai ao chão imediatamente.

Briga foi gravada e o vídeo viralizou nas redes sociais – imagens redes sociais

A mulher agredida, uma costureira de 39 anos, registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil. A vítima contou à Polícia que ela e o marido seguiam no carro pela Marechal quando um táxi branco com placas de São Paulo parou em fila dupla, obstruindo o fluxo de trânsito, em frente a uma padaria no cruzamento com a rua Corrêa Neto. Quando o casal passou pelo carro, o marido dela, que dirigia o veículo, disse ao motorista do táxi que “aqui não era São Paulo”. Em seguida, o taxista passou a persegui-los com o veículo.

Todos desceram dos carros e o motorista e uma senhora, que também estava no táxi, começaram a discutir com a costureira e o marido dela. Os dois motoristas trocaram socos e a costureira foi agarrada pela senhora quando tentava separar a briga. A mulher deu um golpe conhecido popularmente como “gravata” para tentar imobilizar a vítima. A costureira foi jogada ao chão. O golpe foi tão forte que, a princípio, chegou-se a cogitar a hipótese de a senhora ter utilizado uma arma de choque (taser). Os ocupantes do outro carro foram embora após as agressões.

O caso foi registrado como agressão e não como crime de trânsito e deve seguir para o Juizado Especial de Pequenas Causas, onde os envolvidos serão ouvidos.

Após ver o vídeo nas redes sociais, a vítima usou a pagina dela no Facebook para se desculpar pela briga.

Evite confusão no trânsito
De acordo com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, não existe uma estatística sobre vítimas de briga de trânsito, mas os conflitos são muito comuns e chegam a terminar em morte. Especialistas dão dicas para que motoristas não se envolvam em brigas:

  • Tente sair de casa sempre com alguma antecedência, contando com imprevistos pelo caminho.
  • Evite dirigir quando estiver nervoso ou após uma discussão. Procure se concentrar em dirigir e resolver os problemas depois.
  • Deixe o celular de lado enquanto estiver ao volante. Além de ser uma infração, o motorista pode se distrair e causar acidente.
  • Buzinar várias vezes não vai fazer o trânsito fluir e sim irritar quem estiver próximo.
  • Respeite a legislação de trânsito. Sinalizar ao mudar de faixa e evitar costurar são atitudes valiosas para não se envolver em brigas.
  • Seja educado. Se pedirem passagem, dê. Não faça gestos obscenos nem diga palavrões.
  • Evite dar luz alta na traseira dos carros.
  • Em caso de acidente, não é preciso pegar os contatos do motorista que bateu em seu carro. Anote a placa do veículo e saia do local. Leve o número para uma base da Polícia Militar, que pode apontar o proprietário.
  • Caso queira pegar o telefone do outro motorista, desobstrua a via e encoste o veículo em um local onde seja permitido estacionar.
  • Evite discussões e siga seu caminho, ainda que lhe pareça injusto.
  • Jamais responda a agressões no trânsito. Caso alguém o ameace, ligue para a Polícia Militar (190).
  • Ao menor sinal de desentendimento, aumente a distância em relação ao outro veículo.
  • Não freie nem faça manobras bruscas. Pode parecer uma afronta.
  • Não caia em provocações.

4 comentários em “Discussão de trânsito termina com agressão na Marechal

  • 28 de fevereiro de 2019 em 15:31
    Permalink

    Rsse povo de Poços de Caldas tem mania de cingar os outros motoristas mesmo. Mal educados e só porquê tá dentro de um veículo se acham no direito de falar besteiras aos demais no trânsito.

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 15:44
    Permalink

    Muita gente postou o vídeo com comentários jocosos, levando na brincadeira e achando muito engraçado a senhora dando uma “gravata” na moça, agora gostaria de ver se os mesmos comentários existiriam se fosse ao contrário, essa moça estaria sendo linchada na midia. Triste ver esse tipo de manifestação. Dois pesos, duas medidas.

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 20:37
    Permalink

    Hoje no centro de São Lourenço, um veículo placas do RJ, entrou numa boa central que estava impedida e era contra-mão de direção. O condutor ficou sem graça quando transeuntes lhe avisaram. Imediatamente e um pouco nervoso tentou manobrar seu veículo para sair do local.Quando saía em marcha-a-ré um outro veículo com placas da cidade veio a atrapalhar o cidadão que tentava tirar o veículo. Quando finalmente conseguiu sair o cidadão aqui da cidade gritou” oh oh o carioca “, num tom de insulto. Fiz ver ao cidadão aqui da cidade que São Lourenço praticamente vive do Turismo.. .Que se não fosse os cariocas virem gastar seu dinheiro aqui na cidade, São Lourenço seria igual as cidades do entorno…acho que o mesmo cabe para Poços de Caldas em relação ao povo que vem de São Paulo…

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 20:52
    Permalink

    Infelismente as pessoas, não se respeitam mais,e nem podemos compara-los com os animais,porque o animal só agride quando corre perigo😪Mt triste onde vamos parar com essa violencia

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *