Instituto Alcoa apoia teleaulas para 12 mil alunos de Poços de Caldas e região

Devido à pandemia, as aulas presenciais estão suspensas desde o final de março. Com o objetivo de minimizar os impactos para milhares de alunos da rede pública, a Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais preparou uma metodologia integrada com suporte de três ferramentas para utilização de material construído por professores da rede estadual, dentro do Regime Especial de Atividades Não Presenciais. Entre estas ferramentas está o programa Se ligue na Educação, transmitido pela Rede Minas e direcionado a alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Em Poços de Caldas, a transmissão é feita pela TV Poços, com o apoio cultural do Instituto Alcoa, e atende 12 mil alunos das redes municipal e estadual.

Em Poços de Caldas, a transmissão é feita pela TV Poços, com o apoio cultural do Instituto Alcoa foto reprodução Rede Minas

As telaulas são transmitidas de segunda a sexta-feira, com tradução em libras, e têm um dia dedicado para a preparação dos estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

“Este apoio faz parte das nossas ações de resposta à crise e está alinhada ao foco de atuação do Instituto Alcoa, de contribuir para a promoção de uma educação pública de qualidade”, destacou Tatiana Bizzi, gerente do Instituto Alcoa.

Para Noêmia de Lourdes Furtado, superintendente Regional de Ensino de Poços de Caldas, as telaulas permitem ampliar o número de estudantes beneficiados com o projeto, inclusive aqueles que residem em lugares de difícil acesso. “O nosso objetivo é que todos os estudantes participem das atividades escolares e a parceria com o Instituto Alcoa possibilitou isto, de forma segura, sem o comprometimento da vida e saúde dos nossos alunos”.

Entre os milhares de alunos está Emily Fátima Cruz de Paula, aluna do 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio. “As telaulas são diferentes das presenciais, onde podemos interagir com os professores e colegas e tirar nossas dúvidas na hora”, contou Emily. “Elas também exigem de nós mais atenção, tempo de estudo e de pesquisa, mas têm sido bem legais. Contamos com a ajuda da escola e dos professores para facilitar o estudo e ouvir as nossas ideias”. 

Além do apoio cultural às teleaulas, o Instituto Alcoa doou R$ 100 mil em Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), divididos entre as Santas Casas de Poços de Caldas e Andradas. Este valor faz parte do montante de R$ 670.380,50, entre as ações de enfrentamento à COVID-19, investidos em leitos de isolamento, EPIs, suprimentos, medicamentos e equipamentos elétricos, beneficiando a nossa comunidade – recursos do Instituto Alcoa, Alcoa Foundation e Alcoa Poços de Caldas.

Sobre o Instituto Alcoa

Fundado em 1990, no Brasil, o Instituto Alcoa é uma entidade sem fins lucrativos, que tem o propósito de transformar coletivamente os territórios em que a Alcoa está presente – Poços de Caldas, em Minas Gerais; São Luís, no Maranhão; e Juruti, no Pará, a fim de torná-los mais inclusivos e menos desiguais. Para isso, o Instituto Alcoa promove iniciativas em educação e geração de trabalho e renda, causas estruturantes para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa, além de incentivar a participação social e o diálogo em torno das causas como forma de mobilização para o engajamento. Sua atuação se conecta às políticas públicas e agendas de interesses globais, como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). www.alcoa.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.