Pandemia antecipa incidentes com pipas na rede elétrica

Problemas com pipas na rede elétrica são frequentes em todo o país. Porém, com a pandemia de Coronavírus e as medidas preventivas adotadas, os incidentes com a brincadeira chegaram mais cedo.

Recentemente estas pipas foram recolhidas da subestação de Furnas – foto Álvaro Passos

Nos meses de abril e maio, foram registrados pela equipe técnica da DMED, seis casos de interrupções não programadas, envolvendo pipas na rede elétrica. O período coincide com as recomendações das autoridades, por conta da contaminação da COVID-19.

Até o momento, quase mil pessoas já foram afetadas por conta de pipas na rede elétrica, tendo suas maiores ocorrências concentradas na zona sul da cidade. Em um dos casos houve o rompimento de cabos, provocado por linhas na rede.

No último dia 10 foram coletadas 4 pipas  que caíram na subestação de Furnas, próximo ao bairro Maria Imaculada. As pipas estavam em um pátio de 500.000 volts colocando em risco a vida dos funcionários e de quem solta pipa nas proximidades, além de comprometer o fornecimento de energia, uma vez que a subestação é um serviço essencial para o setor elétrico.

A DMED orienta os pais e responsáveis para que as crianças soltem pipa em locais longe da fiação e em segurança. “As crianças e adolescentes estão sem as aulas presenciais, portanto, é normal que brincadeiras como essa sejam praticadas como mais frequência. Ao mesmo tempo, precisamos minimizar os impactos na rede elétrica, para que que os demais consumidores não sejam prejudicados. Lembrando que, quem solta pipa perto da rede elétrica, se expõe a um sério risco de acidente”, enfatiza Stênio Bertozzi, Supervisor de Operação da Distribuição da DMED.

Atenção para as dicas:

  • Não soltar pipas perto da rede e da fiação elétrica;
  • Se a pipa enroscar nos fios da rede elétrica, não tente tirar. Ao puxar a pipa, os fios podem se tocar, provocando curto-circuito e rompimento de cabos. Isso ocasiona falta de energia e pode provocar acidentes;
  • Não solte pipas em dias com chuva ou com relâmpagos. Há o risco de descargas elétricas;
  • Não use cerol ou linha chilena nas pipas, que, além de ser proibido, constitui um grande risco para as pessoas, podendo cortar a rede elétrica e causar problemas graves com ciclistas e motociclistas;
  • Evite usar linhas metálicas ou fitas magnéticas, que são materiais condutores de energia elétrica;
  • Não suba em telhados, lajes e postes para empinar ou recuperar pipas.

Restos de pipa e outros objetos enroscados na rede também podem provocar desligamentos, principalmente no início do período chuvoso. A distribuidora disponibiliza o canal de atendimento 24 horas, 0800 035 0196, para o registro de solicitações desta natureza e promover a limpeza das redes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.