Santa Casa recebe doação de 25 respiradores

A Santa Casa de Poços de Caldas foi contemplada com a doação de 25 respiradores para equipar os novos leitos, que foram entregues recentemente para o tratamento de pacientes com a Covid-19.  

Parte da doação será utilizada nos novos leitos da Covid-19 do hospital

Na última semana, o Analista de Relações Empresariais da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Evaldo Coelho, entrou em contato com o superintendente da Santa Casa, Ricardo Sá, para informar que o Hospital será contemplado com 25 novos respiradores.

Os equipamentos foram produzidos pela empresa de soluções tecnológicas Tacom, com apoio da Fiemg, e foram homologados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia  3 de agosto.


O equipamento começou a ser fabricado por meio do projeto “Inspirar”, que desenvolveu tecnologia inédita para a fabricação de respiradores. No total, a FIEMG vai doar 1,5 mil respiradores para hospitais de todo o estado. Os respiradores da Santa Casa devem chegar na próxima semana.
“Venho a público agradecer a Fiemg pelos 25 respiradores que a Santa Casa de Poços vai receber. Com eles, poderemos terminar de montar a Ala D, que é uma ala de 12 leitos específica para suporte de pacientes acometidos pelo Covid. Os respiradores, como todos sabem, são fundamentais para a sobrevida e recuperação dos pacientes acometidos pelo Covid.

Os demais equipamentos darão pleno suporte a outros leitos nossos de CTI que estão também carecendo de respiradores. Essa doação vem em um momento muito bom, porque reflete todo um processo de recuperação e de incorporação de novas tecnologias que a Santa Casa vem fazendo em prol da população. Mais uma vez quero aqui expressar minha gratidão a todo pessoal da Fiemg e também a Tacom, que é a empresa responsável pelo projeto dos equipamentos. Esperamos com isso dar mais suporte à toda nossa população”, diz o superintendente da Santa Casa, Ricardo Sá.

 Para o Presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, a partir de agora Minas Gerais terá  melhor estrutura para enfrentar a covid-19, graças a uma ação coordenada com doações de industriais, com empresas que se envolveram no projeto e também do Senai, que deu todo o apoio técnico.
“Esta conquista importante mostra a força da união da indústria mineira, que, liderada pela Federação, viabilizou recursos para o projeto, além de comprovar também a capacidade empresarial que temos em agir e aprovar, em tempo recorde, um projeto que vai atender as demandas da nossa sociedade”, pontua. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.