Terra volta a tremer em Poços de Caldas pelo terceiro ano consecutivo

A terra voltou a tremer na tarde desta segunda-feira, 20, em Poços de Caldas. O tremor foi sentido principalmente na região norte do município, no entorno da Serra de São Domingos. O evento foi confirmado pelo Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UNB) por volta das 16h40, horário de Brasília, com magnitude de 3.9 graus na escala Richter.  Esta foi a terceira vez em três anos consecutivos que tremores são registrados no município.

Abalo registrado nesta segunda-feira, com magnitude de 3.9 graus foi a mesma registrada em 1950

O fenômeno desta vez foi reflexo do epicentro registrado em Delfinópolis a 267 km de Poços. O abalo também foi sentido em várias cidades do Sul de Minas e na região de Franca, interior de São Paulo.

Em Poços de Caldas moradores próximos a Serra de São Domingos ligaram para o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil relatando que sentiram o chão tremer. Porém não foi registrado nenhum dano. A magnitude registrada desta vez foi a mesma registrada em 1950.

Segundo o professor e chefe do Observatório Sismológico de Brasília, Marcelo Peres Rocha, assim como em 2017 e 2018 o abalo sismológico nesta escala é considerado de magnitude baixa e não oferecem risco, por tanto não há necessidade de pânico.

O evento sismológico desta segunda está sendo analisado e pode estar relacionado à liberação de energia de esforços tectônicos acumulados, porém é necessário um estudo mais aprofundado para precisar a causa do abalo.

Em julho do ano passado foi registrado um abalo de 2.2 graus em Poços de Caldas. Moradores de diversos bairros relataram ter sentido o tremor como Jardim Ginásio, Country Club, Campo das Aroeiras, Campo das Antas, Jardim Dr. Otoni, Maria Imaculada, Jardim Europa, Vila Togni, São Bento, Paraíso, Tiradentes, Jardim Kennedy, Conjunto Habitacional, Parque das Nações, Jardim Esperança, Santa Lúcia, Jardim Vitória, Quisisana, Santa Ângela, São José, Santa Maria, Hortênsias, Jardim São Paulo e Monte Verde.

Em janeiro de 2017, o Observatório Sismológico de Brasília também havia registrado um tremor de terra com magnitude de 3.2 graus com uma profundidade 5.

Os tremores de terra em Poços de Caldas vêm sendo registrados desde o século XIX. O primeiro tremor registrado oficialmente em Poços de Caldas foi em 1882, com uma escala de 3 graus. O mais forte de todos ocorreu em 1950 com uma magnitude de 3.9 graus na escala Richter.

Outros parecidos com o desta terça-feira foram registrados na década de 90.  Em 1995 foi sentido um tremor na magnitude 2.1 e em 1994 um outro mais forte, de 2.2.

Mais informações nos site do Observatório Sismológico de Brasília, no endereço www.obsis.unb.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *