Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.

12 escolas municipais participam do programa de aprendizado emocional Lions-Quest

A partir de março, 12 escolas municipais de Ensino Fundamental I e II implantarão o Lions-Quest, programa de habilidades para a vida desenvolvido pela Fundação Lions Club International, que ajuda a criar um ambiente de sala de aula que incentiva e intensifica o aprendizado e ensina os jovens alunos a tomarem decisões positivas e manterem a autoestima, através de uma série de unidades temáticas de ensino.

Ao todo 12 escolas municipais vão implantar o programa

Em Poços de Caldas, o programa foi lançado no ano passado. No último final de semana, representantes das equipes gestoras e os professores que trabalharão com o Lions-Quest em sala de aula participaram de mais uma etapa de capacitação, realizada nas dependências da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

O objetivo foi dar continuidade ao processo de preparação para o início das atividades nas unidades. A capacitação foi ministrada pela instrutora sênior internacional de Lions Quest, Frances Portillo e pelo professor, mestre em Psicologia e instrutor nacional de Lions Quest, Mackill Lima Vasconcelos, único instrutor do programa habilitado no Brasil.

“O Lions Quest é o maior programa de aprendizado social e emocional, honrado com a mais alta pontuação da CASEL (Colaboração para Aprendizado Acadêmico Social e Emocional), que oferece práticas de ensino envolventes e fortalece a participação comunitária e da família”, destaca o Governador do Distrito LC3, Nelson Manzarin, também presente ao workshop.

A secretária municipal de Educação, professora Maria Helena Braga, que é presidente do Lions Clube Alumínio de Poços de Caldas, ressalta a relevância do programa para os alunos da rede. “Tenho muita satisfação de levar esse projeto para as nossas escolas porque estamos carentes de trabalho de cidadania. Só assim o ser humano poderá se tornar um cidadão”, avalia.

Comitê
No município, o Comitê de Implantação do Lions-Quest é formado pelas profissionais Angelita Estefânia Muniz, Érica Viviani de Melo Silva Ferreira e Weyma Alves de Souza. A próxima etapa é a entrega do material voltado para os alunos, prevista para o próximo mês. “Nossa expectativa é ampliar o número de escolas participantes já para o ano que vem, alcançando todas as unidades de Ensino Fundamental I e II”, informa Angelita Muniz.

Em 2020, 12 unidades educacionais receberão o programa: Colégio Municipal Dr. José Vargas de Souza, Espaço Colaborativo de Aprendizagem Horizonte (ECAH), E.M. Dona Vicentina Massa, E.M. Dr. Haroldo Affonso Junqueira, E.M. José Avelino de Melo, E.M. José Mamud Assan, E.M. José Raphael dos Santos Netto, E.M. Lions Club, E.M. Presidente Washington Luís, E.M. Professora Edir Frayha, E.M. Professora Nicolina Bernardo e E.M. Wilson Hedy Molinari.

A assessora e coordenadora das capacitações do Programa do Lions Quest no Distrito LC3, Rose Watanabe, registrou a alegria em ver a participação de todos. “Esse processo tem que evoluir e o nosso objetivo é ampliar para todas as escolas do nosso município”, afirma.

Resultados
Também participaram da capacitação profissionais da Escola Sarah Salomão, de São João da Boa Vista/SP e EMEF Prof. Francisca Simões, de Ibitinga/SP.

Na Escola Sarah Salomão, da cidade paulista de São João da Boa Vista, o Lions-Quest foi implantado no ano passado, beneficiando 70 estudantes do 4º ano. “A família passou a participar mais das atividades da escola, as crianças se tornaram mais companheiras e uma procura a ajudar a outra”, analisa a diretora Rose Anna Gomes. Para 2020, a parceria foi ampliada para todos os 238 alunos da unidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *