Anteprojeto pretende proibir que DMAE corte o fornecimento de água nos finais de semana

O Poder Executivo de Poços de Caldas analisa o anteprojeto de lei n. 25/2019 que sugere a proibição do corte de fornecimento de água tratada em finais de semana e vésperas de feriado por motivo de inadimplência dos consumidores do DMAE.

Se o anteprojeto for aprovado fica proibido o corte de água aos finais de semana

O anteprojeto de autoria do vereador, Marcelo Heitor (PSC) estabelece que a proibição do corte de água por falta de pagamento das tarifas se estende de sexta-feira até as 08h da segunda-feira subsequente. Além disso, a norma determina que o Poder Executivo fica autorizado a regulamentar a presente lei, caso aprovada pela Câmara, definindo a forma e o valor das sanções a serem aplicadas à concessionária em caso de descumprimento.

De acordo com o vereador, um dos agravantes para proibir a suspensão do fornecimento de água é que justamente nos finais de semana nem o setor de atendimento do DMAE e muito menos as agências bancárias funcionam, o que acaba impedindo o consumidor de quitar a dívida ou resolver o problema de imediato. “O anteprojeto vem proibir a interrupção do fornecimento de água a partir da sexta-feira e véspera de feriados. Acho importante garantir essa medida através de uma política pública, independente da administração. O serviço de água é considerado essencial e se essa medida é adotada inviabiliza a religação, o que causa transtornos, em especial para famílias com crianças pequenas e idosos. A ideia é que isso não ocorra mais e que fique estabelecido em lei municipal”, declara.

O parlamentar comenta, ainda, que quando o corte é realizado na véspera do final de semana são pelo menos dois dias sem o fornecimento de água nas residências. “Uma situação assim pode acarretar inúmeros transtornos e impedimento de hábitos saudáveis, tudo isso em virtude da interrupção do serviço. O que propomos é que o DMAE ajuste esses cortes”, diz.

A matéria, caso acatada pela Prefeitura, volta à Câmara para análise das comissões permanentes e votação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este site está protegido.