Bancos voltam a abrir depois de greve dos bancários

Após 31 dias de greve, os bancários decidiram encerrar a greve, para o bem dos clientes e usuários que já estavam encontram dificuldade para pagar contas e outros serviços que não podiam ser feitos no caixa eletrônico.

Pelo menos 1,1% dos mutuários da caixa estão com prestações atrasadas
Clientes que foram lesados pela greve podem entrar com uma ação no Procon

A decisão pelo fim da paralisação foi tomada na noite desta quinta-feira, 6,  quando o sindicato da categoria aceitou a proposta oferecida pela Federação Brasileira dos Bancos, FEBRABAN de 8% de reajuste salarial, além de abono de R$ 3,5 mil pago em uma única parcela e ainda os bancários aceitaram o reajuste de 10% para o auxílio creche e de 15% para os tíquetes de alimentação e refeição.

Encerrada a negociação, de acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Ramo Financeiro de Poços de Caldas (Sintraf) Agnaldo Alves Viana, todo o serviço volta a funcionar normalmente nesta sexta-feira (7).

Mesmo com o fim da greve, o cliente que se sentir lesado com os transtornos causados durante o período de greve pode mover uma ação no Procon.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.