Biblioteca do Monjolinho é alvo de vandalismo

A biblioteca municipal Professor Julio Bonazzi localizada no Monjolinho mais uma vez foi alvo de vandalismo. Por ironia, o ato foi registrado na manhã deste domingo, 28 de abril, data que se comemora o Dia da Educação.

As paredes da biblioteca amanheceram com pichações bem com a mina d água do Monjolinho. A suspeita que o vandalismo tenha sido realizado por usuários de droga que frequentam os jardins do lado externo da biblioteca.

Pichações foram feitas bem no dia 28 de abril ” Dia da Educação” – foto redes sociais

Funcionários que chegaram na manhã desta segunda-feira ficaram tristes e indignados, pois há 43 o espaço tem sido referência na educação dos moradores dos bairros no entorno da biblioteca. Atualmente a recepção da biblioteca recebe melhorias, custeadas pelas próprias funcionárias, para poder melhor receber os visitantes.

As pichações também chocaram os alunos da Escola Municipal Alivno Hosken que foram à biblioteca hoje pela manhã participar do projeto MBE – Movimento Escola Biblioteca que incentiva a leitura entre os estudantes do 1º ao 4º. Toda segunda-feira pela manhã os alunos vão até o local.

Além deste projeto a biblioteca recebe também a 5ª edição do roteiro do Você é Poços: “Minha terra tem Palmares”. O projeto que visa a Educação Patrimonial, desta vez conta a história da comunidade negra no município e principalmente no bairro Cascatinha. Os alunos participam de um passeio guiado passando pelas ruas do bairro e encerra o roteiro na biblioteca.

A Guarda Civil Municipal e a Polícia Civil tentam identificar os autories

Segundo ato de vandalismo em bem público no mês

No último dia 15 as janelas do antigo restaurante no Complexo Turístico do Cristo Redentor na Serra de São Domingos também foi alvo de vandalismo. Das 180 janelas, 115 foram quebradas por vândalos que também danificaram as luzes de emergência, instaladas no local recentemente a pedido do Corpo de Bombeiros para liberação do Alvará de Vistoria. De início a prejuízo estimado era de R$ 5 mil, mas uma nova avaliação foi feita e o conserto deve ficar  em torno dos R$ 20 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *