Chefe das equipes de resgate em Brumadinho já comandou o Corpo de Bombeiros de Poços de Caldas

O comandante de emergência ambientais do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, tenente coronel Eduardo Ângelo Gomes da Silva, responsável pelo trabalho de resgate das vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho já esteve à frente do Corpo de Bombeiros de Poços de Caldas.
Na época o comandante ficou à frente da unidade de Poços entre 2004 e 2008.

Ten Cel Eduardo Ângelo comando a unidade em Poços entre 2004 a 2008 – foto divulgação

Desde a última sexta-feira, 25, quando houve o rompimento da barragem, o tenente coronel Eduardo Ângelo comanda cerca de 290 militares do Corpo de Bombeiros, sendo 120 de Minas Gerais que trabalham sem cessar em busca por vítimas do desastre. O resgate conta também com apoio de bombeiros militares de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás e Alagoas, além dos 136 militares israelenses, que se uniram ao grupo no último domingo.

Equipe de resgate é composta por 290 bombeiros militares de Minas e mais 5 estados brasileiros

As buscas iniciam às 4 da manhã e terminam às 22h da noite. O trabalho entrou no quinto dia nesta terça-feira. Até ontem foram confirmadas 65 mortes e 279 pessoas continuam desaparecidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.