Circullare demite mais de 200 funcionários

A Auto Ômnibus Circullare, responsável pelo transporte público em Poços de Caldas, iniciou esta semana uma série de demissões no quadro de funcionários. Cerca de 230 colaboradores entre motoristas, cobradores e auxiliares de serviços estão sendo dispensados.

Cerca de 230 funcionários estão sendo dispensados esta semana – foto Poçoscom.com

De acordo com a assessoria de comunicação da empresa as demissões estão sendo escalonadas e são decorrentes da queda de 75% do número de passageiros e a empresa passou a operar com apenas 25% dos usuários. Com baixo número de usuários a empresa reduziu o número de linhas e de horários.

Ainda segundo a assessoria de comunicação da Circullare, a empresa vem tendo um prejuízo diário de R$ 60 mil com a queda no número de passageiros e ainda apontou outros fatores que contribuíram para as demissões. Entre eles a falta de subsídios, reajuste tarifário, atraso de pagamento pela prefeitura, além do reflexo da pandemia.

De acordo com a assessoria de comunicação a empresa deve manter ainda 500 funcionários, número que daria para continuar com a prestação de serviço.

Recentemente a Circullare assinou um novo contrato emergencial com a prefeitura, até que o processo licitatório, iniciado em novembro do ano passado, no mesmo mês em que encerrou o contrato de 19 anos de concessão do transporte público na cidade.

O novo contrato emergencial no valor de R$ 6.136.122,00 será por mais 6 meses, até que o Tribunal de Contas do Estado se posicione a respeito da Cláusula 14 do novo contrato de concessão que diz respeito às condições do reajuste tarifário para que o processo licitatório que está suspenso, seja concluído.

Apenas duas empresas, uma de Belo Horizonte e outra de Sorocaba, interior de São Paulo participam do processo licitatório.

A empresa que vencer a licitação terá 15 anos de concessão de um contrato avaliado em R$ 736.334.739,13 (setecentos e trinta e seis milhões, trezentos e trinta e quatro mil, setecentos e trinta e nove reais e treze centavos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.