Comitê de Crise para COVID-19 de Águas da Prata se reúne para definir medidas para a reabertura de serviços púiblicos

O prefeito Carlos Henrique Fortes Dezena, convocou uma reunião do Comitê de Crise, criado e presidido por ele, para discutir questões sobre as mudanças na quarentena anunciadas ontem pelo governo do estado.

Mudanças na quarentena começam a partir do dia 1º de junho

No encontro, que aconteceu nesta quita, 28, no gabinete do chefe do executivo local, o Comitê estudou a melhor maneira de elaborar o decreto municipal para que o documento esteja alinhado com as determinações do governo de São Paulo.

Cinco Fases
O plano de retomada das atividades econômicas no estado começa no próximo dia 01/06 e contempla atividades consideradas não-essenciais, terá cinco fases. As cinco fases do programa vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (vermelho) a etapas identificadas como controle (laranja), flexibilização (amarelo), abertura parcial (verde) e normal controlado (azul).

Os municípios da região de Águas da Prata estão classificados na fase dois ( laranja ). Esta etapa vai de 01 a 15 de junho e permite a abertura de alguns setores para atendimento ao público, com restrições.

Segundo o governo paulista, a classificação pretende assegurar atendimento de saúde à população e garantir que a disseminação do novo coronavírus esteja em níveis seguros para modular as ações de isolamento.

Reunião Regional
No início da tarde, o prefeito Carlos Henrique participou de uma reunião por vídeo conferência com prefeitos da região. O objetivo foi alinhar as ações, sempre respeitando a determinação do governo estadual, mas já iniciando a flexibilização gradual da quarentena.

“Esse é o primeiro passo de rumo a uma situação normal. Graças ao apoio da população, conseguimos uma boa classificação neste plano elaborado pelo governo e estamos na fase dois. É um começo com alguns estabelecimentos já com autorização para atender de forma controlada”.

Na reunião, os prefeitos se mostram otimistas, mas preocupados em manter a região bem classificada observando os cuidados de higiene e distanciamento, já que se os índices não se mantiverem, a quarentena pode voltar aio estágio anterior.

“Não podemos baixar a guarda. Temos que manter a prudência e entender que ainda continuamos essa luta e o sistema de saúde não pode ser submetido a um surto repentino de covid. Vamos continuar firmes em nosso esforço conjunto. Logo isso tudo vai passar”, concluiu o prefeito Carlos Henrique Dezena.

Se a cidade se manter bem classificada, ou seja, se os índices de contaminação não subirem, águas da Prata pode passar para a próxima fase ( amarela ), em 15 de junho que permite a abertura parcial do comércio.

Municípios Integrantes
Águas da Prata está inserida no grupo de municípios atendidos pela DRS XIV – Diretoria Regional de Saúde sediada em São João da Boa Vista e responde pela fase laranja do plano de retomada das atividades.

· Aguaí
· Águas da Prata
· Caconde
· Casa Branca
· Divinolândia
· Espírito Santo do Pinhal
· Itobi
· Mococa
· Santa Cruz das Palmeiras
· Santo Antônio do Jardim
· São João da Boa Vista
· São José do Rio Pardo
· São Sebastião da Grama
· Tambaú
· Tapiratiba
· Vargem Grande do Sul

Nenhum Azul
Até agora nenhum município do estado está na fase azul. A avaliação do desempenho de cada região vai acontecer a cada 14 dias, mas o monitoramento será feito dia a dia. A progressão ou regressão da cidade na escala de fases vai depender de fatores como nível de isolamento e registro de casos. As medidas flexibilizadas podem ser revogadas a qualquer momento, dependendo dessa avaliação.

Estamos disponibilizando, nesta publicação, parte do material explicativo, detalhando todo o processo de retomada das atividades econômicas na região e que está disponível também no site do governo de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.