Federação das Apaes apresenta situação das unidades ao Governador de Minas

A diretoria da Federação das Apaes de Minas Gerais (Feapaes-MG) esteve reunida na manhã desta segunda-feira, 11, com o Governador Romeu Zema no Palácio Tiradentes em Belo Horizonte, para apresentar a situação das unidades da Apae no Estado e reivindicar  a regularização dos repasses para as entidades. O Governo deve cerca de R$ 9 milhões em repasses do Programa de Intervenção Precoce Avançado.

Glaucia Boaretto que é vice-presidente da Feapaes participou do encontro – foto Feapaes

A diretora institucional da Apae de Poços de Caldas, Glaucia Boaretto esteve presente na reunião como vice-presidente da Feapaes-MG, juntamente com o presidente da federação, Jarbas Feldner de Barros e demais membros da diretoria.

Durante a reunião foram apresentados dados sobre o Programa Casa Lar, mantido pelas Apaes em parceria firmada com o Governo de Minas em 1997, como forma de desinstitucionalizar as pessoas com deficiência egressas da extinta Fundação Estadual para o Bem Estar do Menor – FEBEM.

Atualmente, as Apaes lutam para manter as 41 Casas Lares espalhadas pelo estado, uma vez que os repasses têm sido realizados com atraso e em valor abaixo da real necessidade para manutenção das mesmas.

Também foram discutidos outros programas, como o PIPA – Programa de Intervenção Precoce Avançado, para o qual o Governo Estadual deve um montante de aproximadamente R$ 9 milhões desde a gestão anterior. Zema afirmou que as equipes das Secretarias de Desenvolvimento Social e de Saúde farão os esforços necessários para regularizar os repasses aos programas.

Ainda durante a reunião foi abordada a questão dos Centros Dia, unidades da Apae de extrema importância para o público com deficiência adulto e em envelhecimento, para as quais não há financiamento público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *