Luta Antimanicomial: PUC promove uma série de atividades para debater o tema

O curso de Psicologia da PUC Minas Poços de Caldas, está promovendo uma série de ações para discutir o Dia da Luta Antimanicomial, que é celebrado no dia 18 de maio. Este ano a 9ª edição do evento em alusão ao dia tem o tema “Contra reforma? Diálogos acerca da política de saúde mental”.

Universidade promove uma série de ações para debater o tema

Um ciclo de palestras vai ser realizado nesta quinta-feira (16), a partir das 08h no auditório do prédio dois da Universidade e vem no sentido de problematizar as atuais mudanças na política de saúde mental. O evento é aberto ao público, mas as vagas são limitadas. Devem participar da ação, alunos do curso de Psicologia, funcionários da rede de saúde pública e usuários do SUS. Além das palestras, desde o dia seis de maio, um mural informativo com tema “Saúde Mental e Liberdade: Um Direito de Todas e Todos”, está exposto nos corredores do prédio central da Universidade.

Nos dias 20 e 27, alunos do curso vão até a Escola Municipal Professor Arino Ferreira Pinto e Escola Municipal Alvino Hosken de Oliveira, a partir das 19h30, falar sobre os “Diálogos acerca da perspectiva de futuro sob a ótica da saúde mental”. Ainda na programação, no dia 23 de maio no Centro Ecumênico da PUC Minas, haverá também a exibição e discussão do documentário “A Casa dos Mortos”, com direção e roteiro da Antropóloga Débora Diniz, com participação de alunos debatedores.

O Movimento da Luta Antimanicomial se caracteriza pela luta pelos direitos das pessoas com sofrimento mental. Dentro desta luta está o combate à ideia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental em nome de pretensos tratamentos, ideia baseada apenas nos preconceitos que cercam a doença mental. O Movimento faz lembrar que como todo cidadão estas pessoas têm o direito fundamental à liberdade, o direito a viver em sociedade, além do direto a receber cuidado e tratamento sem que para isto tenham que abrir mão de seu lugar de cidadãos.

Ciclo de Palestras:

16/05/2019 – 08h às 12h

– Breve introdução acerca do cenário atual das políticas públicas de saúde mental;

– Palestra 1: “De Nise a Nero: reflexões sobre a Políticas Nacional de Saúde Mental no Brasil”. Debatedor: Euclides Colaço Melo dos Passos (Médico de Família e Comunidade);

– Palestra 2: “O fazer não dialógico em saúde: ameaças à reforma psiquiátrica”. Debatedora: Débora Estela Massarente Pereira (Psicóloga);

– Palestra 3: “O CAPS na teoria e na realidade”. Debatedor: Rafael Carlos Neofiti, Psicólogo do CAPS de Poços de Caldas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *