Parque Ambiental da Alcoa é referência em educação ambiental em Poços

Criado há 26 anos, o Parque Ambiental da Alcoa é uma importante reserva que tem ajudado ao longo dos anos na preservação ambiental e ainda uma referência para conscientização, pesquisas e manejo da flora e fauna.

Parque Ambiental da Alcoa em Poços de Caldas: 26 anos de educação ambiental

Criado em  19 de maio de 1993, o Parque Ambiental da Alcoa em Poços de Caldas está instalado na zona leste da cidade em uma área de 18 hectares de complexa biodiversidade, dentro da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Retiro Branco, o local é dotado de excelente infraestrutura, que inclui mirante e quatro trilhas: do Cedro, Beija-flor, Sauá e Riacho, de onde se pode observar os diferentes aspectos da reserva, com suas áreas de matas de porte alto, ciliar e capoeira, e contemplar as variadas espécies de animais, como quati, macacos e centenas de espécies de aves. Abriga ainda a primeira trilha construída em área reabilitada no Estado de Minas Gerais, onde, em meio à vegetação exuberante, é possível conferir os excelentes resultados do programa de reabilitação de áreas mineradas da Alcoa. No Parque também está instalado um viveiro capaz de produzir 120 mil mudas de espécies nativas por ano, utilizadas no processo de reabilitação e também para doação à comunidade.

“O Parque Ambiental é o nosso cartão de visita”, destaca Walmer Rocha, gerente de Operações da Unidade da Alcoa em Poços de Caldas. “Temos muito orgulho dos resultados das ações realizadas no Parque nestes 26 anos. Além do número de visitantes que passaram pelo Parque desde a sua inauguração – cerca de 105 mil, entre pesquisadores, estudantes, educadores e comunidades não só da nossa região, como do país -, ele se tornou referência em pesquisa de conservação e manejo de plantas e aves. E ainda deu grandes contribuições à preservação da fauna e da flora da região, por meio de levantamentos científicos, transformados em publicações, que até hoje norteiam os trabalhos nesta área”.

Cultivando a Mata Atlântica

Atualmente, o principal programa desenvolvido no Parque Ambiental é o Cultivando a Mata Atlântica, realizado desde 2014 em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Poços de Caldas, a Superintendência Regional de Ensino, a Fundação Jardim Botânico e a Consultoria Enutrium. O programa é direcionado a alunos do 7º ano do Ensino Fundamental da rede pública e tem como objetivo ampliar o conhecimento dos jovens sobre a realidade ambiental da região e despertá-los para o bioma Mata Atlântica, onde estamos inseridos. A cada semestre são atendidos cerca de 150 alunos, que participam de quatro encontros: três deles no Parque Ambiental e o último no Jardim Botânico. Nestes seis anos, o Programa atendeu mais de dois mil alunos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *