Vacinação contra H1N1 tem início no próximo dia 10

A 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza terá início na próxima quarta-feira,  dia 10 de abril em Poços de Caldas . Trata-se de uma antecipação do prazo previsto inicialmente, que era 15 de , graças a articulação do Ministério da Saúde com o Instituto Butantan, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Este ano crianças com até seis anos de idade incompletos também poderão ser imunizadas. A meta nacional estabelecida pelo Ministério da Saúde é vacinar 90% da população dos grupos prioritários.

Este ano crianças com até seis anos de idade incompletos também poderão ser imunizadas

Somente em Minas Gerais, há a estimativa de vacinar 6.018.977 pessoas. Neste ano, a estratégia será realizada considerando momentos específicos para a mobilização da população para a vacinação. A imunização começa especificamente para dois grupos, no período de 10/04 a 18/04: crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias e gestantes. Também ocorrerá a atualização da Caderneta de Vacinação conforme a situação vacinal encontrada e as indicações do Calendário Nacional de Vacinação. Já no período de 22/04 a 31/05 a vacinação será para todos os grupos prioritários em todo o país, que além das gestantes e crianças com seis meses a até seis anos incompletos, inclui: adultos com 60 anos de idade ou mais, as puérperas até 45 dias após o parto, os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.Em Minas, a campanha será realizada no período de 10 de abril a 31 de maio de 2019, tendo como o dia D, de Mobilização Nacional, 4 de maio. “A novidade deste ano é a ampliação da vacinação para crianças com até seis anos incompletos. Até o ano passado, eram vacinadas as crianças com até cinco anos incompletos. É muito importante que os pais fiquem atentos, porque esta será mais uma oportunidade de atualizar a Caderneta de Vacinação, tanto das crianças, quanto das gestantes, por conta do risco para as doenças imunopreveníveis, além das baixas coberturas vacinais neste público”, explicou Juliana Loro Ferreira, coordenadora da Vigilância Epidemiológica. Em Poços, pelo menos 18 salas de vacina estarão abertas para a imunização da população, estimada em pelo menos 40 mil pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *