22 medicamentos usados no tratamento da COVID-19 estão em falta na Santa Casa

A Santa Casa de Poços de Caldas está com dificuldade para comprar 22 medicamentos usados no tratamento de pacientes com o Coronavírus. No estoque não há mais medicamentos como Atracúrio, Pancurônio, Rocurônio, Fentanil, Midazolam e a Cetamina, substâncias que tem a função de sedativos e relaxantes muscular, utilizadas para facilitar a intubação dos pacientes críticos para o uso de respiradores.

Até o momento 3 pacientes com COVID-19 estão internados no hospital – foto Poçoscom.com

O aumento da procura por estes medicamentos no mercado por conta do crescimento dos casos de COVID-19 no país contribuiu para a falta deles.

A falta destes medicamentos pode comprometer o tratamento e colocar em risco a vida dos pacientes.

Atualmente estão internados na Santa Casa três pacientes com Coronavírus. Um em ala e dois em UTIs.

Dos 22 medicamentos que estão em falta o hospital conseguiu compra pelo menos 5 deles: Propofol, Suxametônio, Noradrenalina, Morfina e a Dexmedetomedina, com um preço bem acima do mercado e ainda em pouca quantidade.

Para dar prioridade aos pacientes com Corornavíurs, desde o início da pandemia a Secretaria Estadual de Saúde tem recomendado aos municípios que suspendam as cirurgias eletivas com alternativa de reduzir o uso de medicamentos como a anestesia, que já estava em falta no mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.