Campanha para não dar esmolas é intensificada no centro

A prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Promoção Social e da Secretaria de Saúde lançou na manhã deste sábado, 30, a campanha “Não dê Esmolas”.

Campanha visa encaminhar pedintes para as instituições de promoção social e ligar para o 156

A campanha visa orientar as pessoas, moradores ou turistas, a não dar a esmola, que na verdade, é um meio de manter estas pessoas em situação de rua. Ao se deparar com uma pessoa pedindo dinheiro ou qualquer outra ajuda, o correto é acionar o serviço de Abordagem Social, uma equipe especializada e capacitada faz o contato com o pedinte ou pessoa em situação de rua. A população também pode ligar para o 156 e acionar o Serviço de Abordagem.

Os integrantes da equipe vai oferecer aos pedintes a possibilidade de sair da situação em que se encontram. Se aceitar, a pessoa será encaminhada para o Centro POP ou para uma das instituições parceiras, que constituem a rede de atendimento da Promoção Social.

Nas instituições, após reestruturação do serviço, são oferecidas 170 vagas. São elas: Abrigo Madre Tereza, à rua Cel. Virgílio Silva, 3.320; Casa de Passagem São Francisco, à Rua Araguaia, 56; Casa de Passagem Irmã Dulce, localizada na Av. José Bianucci, 1563; e Albergue Noturno Deus e Caridade, localizado na Rua da Saudade, 95. O Centro POP está localizado à Rua Rui Barbosa, 191, Cascatinha. As pessoas que quiserem fazer doações de roupas, alimentos e outros, podem se dirigir a estas instituições diretamente.

Outro serviço existente é o Consultório na Rua, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde desde o ano passado e que conta com uma equipe composta por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e psicólogo.

O atendimento é realizado através de busca ativa ou demanda espontânea da pessoa em situação de rua, por meio de veículo próprio do programa. As atividades acontecem in loco, de forma itinerante com ações compartilhadas e integradas com as Unidades Básicas de Saúde e, quando necessário, com as equipes dos Centros de Atenção Psicossocial e com os serviços de urgência e emergência.

O Consultório na Rua é um equipamento que integra a Estratégia de Saúde da Família, com uma equipe capacitada para atender especificamente a população em situação de rua nas suas diversas demandas, na abordagem, tratamento e resgate, como desnutrição e uso de álcool e drogas. Além disso, a equipe está preparada para estabelecer vínculos e buscar a adesão aos serviços de saúde, não só da equipe multiprofissional, como de toda a rede.

3 comentários em “Campanha para não dar esmolas é intensificada no centro

  • 3 de outubro de 2017 em 08:11
    Permalink

    Beleza, só faltou informar o mais importante, o número do serviço de Abordagem Social pra gente ligar.

    Resposta
  • 3 de outubro de 2017 em 19:23
    Permalink

    Campanha não ajudar o próximo , campanha todos q pedem são vagabundos e não necessitados , façam então uma campanha não a esmola e façam uma vaquinha pra comprar comida para os moradores rua .

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *