Custo com manutenção de piscina no Cei João Monteiro é contestado por vereadora

O custo com a manutenção das piscinas do Centro de Educacional Infantil e Cultural Municipal Dr. João Batista Ferreira Monteiro, o antigo Sesi, foi alvo de questionamento por parte da vereadora, Maria Lígia Podestá (DEM), durante a sessão da câmara desta terça-feira.

Custo com a manutenção das piscinas seria de R$ 4 mil

A vereadora apresentou um pedido de informações sobre o valor gasto com a limpeza das referidas piscinas que segundo ela se encontram em estado impróprio para a utilização por alunos dos projetos desenvolvidos no CEI.

A vereadora juntamente com o prefeito Sérgio Azevedo e o secretário de Esportes, estiveram no local e constataram que a presença de muita sujeira na água, bem como uma grossa camada de lodo e até mesmo pombos mortos no local.

Segundo a vereadora a empresa contratada para fazer a manutenção recebe mensalmente cerca de R$ 4 mil para um serviço que não está sendo feito.  “As piscinas Não têm condições de serem usadas. O lodo de tão velho que está ali, a sensação é que tem uma lona no fundo da piscina”, declarou a vereadora.

Ainda de acordo com a vereadora que pediu informações sobre o pagamento pelo serviço, a empresa contratada pela limpeza teria alegado ao prefeito que um funcionário tem ido todos os dias para fazer o tratamento das piscinas. “Isso é uma coisa absurda, pois se você vê o estado em que se encontram as piscinas, aquilo tem aparência de anos sem nenhuma manutenção. E pelo que sei desde a administração passada as piscinas não são utilizadas”, concluiu Lígia Podestá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.