Ex-namorado é condenado a 16 anos de prisão pelo assassinato de veterinária poços-caldense

A ONG Núcleo de Apoio à Mulher “Carol Sanches” divulgou nesta sexta-feira, 10, o resultado da sentença que condenou o ex-namorado da veterinária Carol Sanches, Tiago Oliveira, pelo assassinato da jovem em maio de 2018 em São Paulo.

De início o ex-namorado havia mentido que a veterinária teria se suicidado, mas o resultado da necropsia apontou sinais de estrangulamento na vítima.

Após o assassinato da jovem foi criado o Núcleo de Apoio à Mulher ” Carol Sanches”

O julgamento de Oliveira havia sido adiado no ano passado e foi realizado nesta sexta-feira.

Na época, Carolina Dias de Campos Sanches, de 34 anos, foi encontrada no aparamento com sinais de estrangulamento. Foi o próprio ex-namorado quem acionou a unidade de resgate do Corpo de Bombeiros, dizendo que ela teria tentado se matar.

Porém diante dos sinais de estrangulamento, a Polícia concluiu que a veterinária havia sido espancada. Ela tinha lesões nas mãos, na cabeça e no pescoço.

Após o assassinato foi criada a ONG Núcleo de Apoio à Mulher “Carol Sanches” com o objetivo de orientar outras mulheres sobre a violência doméstica e a importância de denunciar os casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.