Morre artista plástica de Poços que teve 80% do corpo queimado em incêndio criminoso

Morreu na tarde desta sexta-feira, 11, a artista plástica poços-caldense Alessandra Vaz dos Santos, de 47 anos. A artista estava internada em estado grave desde a última segunda-feira, 7, Ela e uma amiga ficaram gravemente feridas após o ex-namorado da artista trancar as duas no banheiro de uma casa e atear fogo no imóvel, no distrito de Mury, em Nova Friburgo na região Serrana do Rio de Janeiro.

Alessandra estava internada desde a última segunda-feira em estado grave – foto reprodução Facebook
O ex-namorado de Alessandra,Rodrigo Alves Marotti de 30 anos, foi preso momentos depois do crime. O corpo de Alessandra será sepultado em Poços de Caldas. Ainda não foi divulgado o horário do velório e do sepultamento. Na última quarta-feira, a amiga dela, Daniela Mousinho da Silveira de 47 anos, que teve 90% do corpo queimado também não resistiu aos ferimentos e morreu. O ex-namorado que agora vai responder pelo assassinato da artista e da amiga após ser preso contou à polícia que era sócio da ex-namorada e que se desentenderam devido ao não cumprimento de um acordo entre eles após o fim do relacionamento. Antes de trancar as duas no banheiro, Marotti atacou Alessandra com golpes de tesoura. Para fugir da ação violenta as amigas correram para o banheiro. As duas amigas foram socorridas por vizinhos. Alessandra era uma pessoa muito querida em Poços de Caldas e também em Nova Friburgo onde morava. A violência cometida contra ela e a amiga causou muita comoção entre os amigos e familiares, que desde segunda-feira, vinha torcendo e orando pela recuperação da amiga. O sepultamento aconteceu na manhã de domingo, 13, no Cemitério da Saudade de Poços de Caldas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este site está protegido.