Selo COVID-19: profissionais da Saúde terão base exclusiva para identificação de veículos com placas de fora

Os profissionais da área de Saúde de Poços de Caldas que tem carros com placas de fora ou Mercosul vão poder retirar o Selo Covid, que identifica os veículos para circulação na cidade durante a pandemia, vão poder retirar o adesivo numa base  que será montada em frente ao Demutran (Departamento Municipal de Trânsito), na rua Pernambuco, 265.

Base exclusiva para profissionais da saúde vai funcionar nesta sexta na rua Pernambuco

Os médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, todos que estão trabalhando no combate ao coronavírus aqui na cidade, não vão precisar se dirigir à Fepasa. Para estes profissionais a colocação dos selos vai ser feita base vai funcionar a partir da próxima semana das 8h30 às 12h. “ Esse pessoal tem que ter prioridade para agilizarmos a identificação nas barreiras”, explicou o secretário de Defesa Social, Rafael Tadeu Conde.

O secretário disse ainda que essa base montada na rua Pernambuco, funcionou nesta quinta-feira, 30, e vai funcionar também na sexta-feira , 31, em caráter experimental. “Na sexta iremos adesivar todos os veículos, mas a partir de segunda, 3 de agosto, somente os profissionais de saúde com a devida comprovação da atividade serão atendidos na rua Pernambuco”, reforçou Rafael Conde. 

Selos de identificação

São três tipos de selos. O de cor verde caracteriza o veículo da pessoa que mora em Poços, mas o veículo tem placa de fora ou placa do Mercosul; o de cor amarela para a pessoa que não mora em Poços, mas que trabalha na cidade; e o selo de cor vermelha é destinado para quem tem uma curta permanência em Poços (1 ou 2 dias). É o caso de quem vem para consultas, procedimentos médicos, representantes comerciais e prestadores de serviço.

Para receber o selo, o condutor do veículo com placa de fora, precisa apresentar documentação que comprove residência ou trabalho em Poços (para os selos verde e amarelo). Também é necessário apresentar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Para o selo vermelho, o condutor ainda precisa da comprovação de atividade temporária na cidade.

A Prefeitura irá publicar um decreto normatizando a utilização dos selos. Após a publicação, a fiscalização terá um período educativo de 15 dias. Depois disso, poderá aplicar multa aos veículos com placas de fora da cidade que não possuam o selo. Cada selo tem uma numeração única, para evitar duplicidade. A medida ainda não contempla os turistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.