Servidores de UBS em luto por direitos iguais

Quem foi a uma das 34 UBS – Unidades de Saúde Básica não pode deixar de notar que os servidores usavam o preto no lugar do branco e ainda a presença de cartazes e faixa. O preto representando o luto foi a forma que os servidores da Estratégia de Saúde da Família encontraram para chamar atenção da administração e protestar contra a desvalorização profissional.

Servidores usaram preto em protesto por direitos iguais e plano de carreira

A manifestação ocorrida nesta sexta-feira, 16, foi pelo não cumprimento do que havia sido aprovado no Acordo Coletivo 2017/2018 pela administração que assumiu o compromisso de enviar à Câmara alterações na Lei nº 139, que visavam progressões de carreira igualando a categoria aos demais servidores públicos municipais. O projeto de lei deveria ser enviado ao Legislativo em fevereiro deste ano o que ainda não teria acontecido.

As mesmas alterações foram incluídas novamente nas negociações do Acordo Coletivo 2018/2019, que já teve as contrapropostas apresentadas pelo Executivo negadas na Assembléia Geral realizada pelo Sindserv na última terça-feira, 13, na Urca. Entre elas a proposta de aumento oferecido de apenas 3,5%, o que na realidade seria de apenas0,53% levando-se em conta que a reposição de inflação de 2,97%.

Na segunda-feira os servidores voltam a vestir o branco, porém algumas UBS vão continuar com balões pretos, faixas e cartazes para que a população saibam da luta e reivindicação por direitos iguais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *