Vendedores ambulantes terão que adaptar pia em barracas e carrinhos para retomar as atividades

Cento e quarenta feirantes e vendedores ambulantes do setor alimentício, participaram nesta quinta e sexta-feira do curso de  “Segurança Sanitária e Boas Práticas de Prevenção à Covid-19”  ministrado pela Secretaria de Desenvolvimento e Trabalho (Sedet) , sob orientação da Vigilância Sanitária.  O curso é uma exigência do Comitê Extraordinário Covid-19,  para que donos de barracas  e carrinhos de pastel,  lanches, pipoca, caldo de cana e outros produtos, possam voltar a trabalhar.

A instalação de pia nas barracas é uma exigência para que os produtos voltem a ser vendidos nas feiras principalmente

Todos receberam orientações sobre higienização pessoal e do local de trabalho, sobre como manipular e armazenar os alimentos da forma correta e até mesmo sobre as normas para o transporte dos produtos.

Todo o protocolo de higienização contra a Covid-19 deve ser respeitado. Os trabalhadores terão de usar máscaras, uniformes, luvas, oferecer álcool em gel para os clientes, manter distanciamento, não pode haver consumo de alimentos no local e eles devem exigir que os clientes também usem máscaras. “Eu gostei bastante do curso, fico feliz que muitas coisas eu já pratico como a correta refrigeração, mas a ideia de todos fazermos do jeito certo, vai ser ótimo para Poços”, contou Juliana Ribeiro, dona de um carrinho de hambúrguer e cachorro quente.

Uma das mudanças exigidas, e que vai de encontro às medidas sanitárias de enfrentamento ao coronavírus, é que todos tenham uma pia dentro das barracas e carrinhos para que eles lavem as mãos constantemente. “ Estamos buscando uma solução bem criativa, de baixo custo para esses trabalhadores, para não impactá-los neste momento de dificuldade, mas é fundamental para termos essa segurança sanitária”, explicou Thiago Mariano, secretário de Desenvolvimento e Trabalho.

A sugestão da Sedet é um sistema simples usando um galão de água, uma pia, um outro galão que vai reservar os resíduos, que posteriormente, serão dispensados na rede de esgoto. Os feirantes e ambulantes vão ter assessoria para se organizarem. “Essa questão da pia eu achei maravilhosa, higiene é tudo. Eu usava um galão para lavar as mãos, mas com a pia vai ficar ótimo para todos”, declarou a Juliana Ribeiro, dona de um carrinho de lanches. “O treinamento é a primeira etapa, a segunda etapa é a implantação da pia para a lavagem das mãos dentro das barracas. Com isso feito, buscaremos a autorização do Comitê de Saúde para a volta deles ao trabalho. Poços vai ficar mais preparada para receber os turistas quando tudo melhorar, e de pronto, vai atender melhor a nossa população”, reiterou o secretário Thiago Mariano.  

Quem perdeu esses dias de curso ainda pode se inscrever, novas turmas serão abertas, é só ligar no telefone: 3697-2060

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.