Autismo: E-book vai ajudar na elaboração de reportagens sobre o assunto

Escrito pela estudante de jornalismo Fernanda Ferreira e pela jornalista Gabriela Bandeira, a cartilha traz explicações sobre o tema, além de dicas e orientações para profissionais da comunicação social entrevistarem pessoas no espectro autista e famílias.

O e-book ‘Desmistificando o autismo: um manual para jornalistas’ será lançado no dia 16 de janeiro.

Com 34 páginas, o e-book foi produzido de forma conjunta pelas duas, que são ativistas da causa do autismo, e levou cerca de seis meses para ser finalizado. 

Escrito por ativistas da causa, material tem 34 páginas e apresenta pesquisa feita com 70 autistas a respeito de reportagens sobre o tema – foto divulgação

A ideia inicial partiu de Fernanda, que tem um irmão autista e criou um blog para compartilhar as experiências com outras famílias. “Por ser estudante de jornalismo, comecei a me sentir incomodada pelo desconhecimento dos jornalistas acerca do transtorno. O jornalismo tem um papel fundamental na construção de conhecimento da sociedade, e nada melhor do que um manual que esclareça os principais tópicos sobre o TEA”, conta.

Gabriela, que escreveu um livro sobre autismo quando ainda estava na faculdade, e mantém um site dedicado ao tema, comenta da importância de ter um material de orientação para outros profissionais da área. “O autismo é um assunto muito complexo e é preciso tomar muito cuidado ao produzir uma reportagem. Já fui entrevistada por outros jornalistas, que se mostraram muito mal informados e acabaram reproduzindo mitos sobre autismo. Creio que a cartilha possa ajudar nesse sentido, de fazer com que criem pautas mais coerentes”, afirma.  

Participação de autistas

Além de trazer informações sobre a definição de autismo e nomenclaturas corretas, a cartilha ainda apresenta o resultado de uma pesquisa feita com 70 pessoas no espectro a respeito das reportagens que já tiveram acesso sobre o tema. Dados como os de 51,5% dos entrevistados considerarem um nível de satisfação médio com as reportagens produzidas sobre autismo e 85,3% garantirem ter encontrado informações erradas nas mesmas serviram de base para que as autoras pudessem estruturar o conteúdo do e-book.

“Por meio das respostas deles, a gente compreendeu quais aspectos mais desagradam, seja no contato para agendar uma entrevista, durante a conversa ou até com a publicação da reportagem. A partir daí, questionamos também sobre como preferiam que esses aspectos fossem abordados”, explica Gabriela.

Todo conteúdo da cartilha também foi revisado por duas pessoas diagnosticadas com TEA na idade adulta: o jornalista Tiago Abreu, idealizador do podcast ‘Introvertendo’ – feito somente por autistas –, e o youtuber Willian Chimura, criador do ‘Um Canal sobre Autismo’.

Segundo Fernanda, essa também foi uma iniciativa pensada para que garantir a qualidade do material. “Nada sobre nós sem nós foi uma frase que aprendi militando na causa do autismo. Logo, se estamos escrevendo sobre eles, precisamos da ajuda dos próprios autistas”, conclui. 

Sobre as autoras

Fernanda Ferreira é socióloga, especialista em saúde pública, estudante de jornalismo, palestrante, voluntária e apaixonada pela causa do autismo. Autora do blog ‘Eu sou a irmã do Mateus’, divide suas experiências ao lado do irmão autista. Atualmente vive em Porto Alegre (RS).

Gabriela Bandeira é jornalista e estuda autismo há sete anos. Autora do livro reportagem ‘Singulares – Um Olhar sobre o Autismo’, que conta a trajetórias de sete mães de autistas e editora do site Olhares do Autismo, lançou esse ano o documentário homônimo ao livro e já contribuiu para publicações como as revistas Autismo e Ser Autista. Vive em Poços de Caldas (MG).

Serviço:

Lançamento do e-book ‘Desmistificando o autismo: um manual para jornalistas”

Data: 16.01, às 20h

Local: www.desmistificandoautismo.com.br

Contato: (51) 99653-9903(Fernanda) | (35) 99154-4830 (Gabriela)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.