Equipamentos furtados do IFSULDEMINAS são recuperados pela Polícia Civil

A Polícia Civil recuperou nesta semana parte dos equipamentos de alta tecnologia furtada de um dos laboratórios do Instituto Federal do Sul de Minas – Campus de Poços de Caldas, localizado na zona sul da cidade.  Os produtos avaliados em R$ 25 mil estavam na casa de um aluno da unidade, que confessou a autoria dos furtos.

Equipamentos foram encontrados na casa do aluno do próprio IFSULDEMINAS – foto Polícia Civil

Entre os equipamentos furtados estavam 3 kits lego de automação, usados para a criação de robôs, kit lego pneumático, ferramentas como alicate e chaves de fenda, solda e trena eletrônica.

A delegada Juliane Emiko, titular da Delegacia de Furtos, concedeu uma entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, 27, na Delegacia Regional de Polícia Civil e explicou como foram as investigações.

A equipe chegou até o aluno do próprio IFSULDEMINAS, de 42 anos, após a denúncia de furto feito pelos responsáveis da unidade. Ao todo foram 3 furtos, registrados nos últimos 3 finais de semana, período em que o autor, participa das alunas no Campus.

De acordo com a delegada, após o primeiro furto, os responsáveis pelo laboratório instalaram uma câmera escondida na tentativa de localizar a pessoa que havia furtado os equipamentos. Para surpresa dos funcionários o aluno retornou e praticou o crime por mais duas vezes, o último deles no sábado, dia 23.

O aluno foi identificado e com mandado de busca e apreensão a equipe foi até casa dele, onde conseguiu recuperar a maioria dos equipamentos. “Por ser um especialista na área, o autor sabia exatamente quais equipamentos levar, escolhendo os de maior valor. Parte dos objetos seria por ele utilizada, ainda, em uma obra realizada em sua residência. O suspeito foi liberado após o interrogatório, por não se encontrar em estado de flagrante, mas o inquérito será remetido nos próximos dias à Justiça, após o formal indiciamento do acusado,” destacou a delegada.

Ainda segundo a delegada os crimes praticados pelo aluno poderiam prejudicar cerca de 700 estudantes que utilizam os 20 laboratórios do Campus. Agora as investigações continuam para localizar o restante dos equipamentos.

O autor, que não tinha passagem pela polícia, não teve o nome divulgado e vai ser indiciado por furto qualificado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.