Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.

Reposição de pontos de ônibus custa R$ 9 mil por ano aos cofres públicos

O mais recente dano causado a um ponto de ônibus no último fim de semana na Avenida José Remígio Prézia, ao lado do muro do Colégio Dom Bosco, causou indignação e revolta aos usuários que precisam do ponto para se proteger do sol e da chuva enquanto espera o ônibus para seguir para o centro da cidade. O ponto foi totalmente destruído após um acidente de trânsito.

Cada ponto danificado custa em média R$ 300,00 para os cofres públicos – foto Poçoscom.com

A reposição dos pontos danificados na cidade é feita pela prefeitura, por meio da secretaria municipal de Obras.

Os pontos são fornecidos pela Circullare, empresa responsável pela concessão do transporte público em Poços de Caldas, porém a mão de obra é de responsabilidade da prefeitura.

Cada ponto danificado custa aos cofres públicos (entenda-se bolso do contribuinte) em média R$ 300,00 para que seja substituído, ou seja em média R$ 9 mil por ano.

Ao longo do ano a prefeitura estima a reposição de aproximadamente 30 pontos que foram danificados durante acidente de trânsito e até mesmo por atos de vandalismo.

Na maioria das vezes, quem provoca o acidente, dependendo da gravidade foge do local dificultando a identificação do responsável para cobrar pelo prejuízo.

No ano passado a Circullare cedeu 100 novos pontos de ônibus ao Município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *