Motorista deixa CTI 19 dias depois de grave acidente

O fisioterapeuta de 40 anos, que sobreviveu ao grave acidente no Marco Divisório no fim do mês passado, deixou nesta terça-feira, 16, o Centro de Terapia Intensiva da Santa Casa. Após 19 dias do acidente a vítima foi levada para o quarto e responde a estímulos.

O motorista estava no carro que foi arrastado pelo caminhão – foto arquivo/Corpo de Bombeiros

De acordo com a assessoria de comunicação do hospital, ainda não tem uma previsão de alta definitiva, mas o paciente mesmo perdendo parte da massa encefálica já entende o que os médicos e familiares dizem e ainda realiza pequenos movimentos com os braços e as pernas.

Segundo a assessoria de comunicação, a equipe médica avalia todo quadro clinico inclusive a possibilidade de sequelas por conta da gravidade do acidente. Assim que possível o paciente, que respira com ajuda mecânica, deve iniciar sessões de fisioterapia como parte da recuperação.

O fisioterapeuta dirigia o carro de passeio atingido por um caminhão tanque carregado com gordura de frango. O veículo vinha de São Roque da Fartura-SP e seguia par Três Corações, momento em que o motorista de 39 anos perdeu o controle da direção, atravessou a SP-342 prensando o carro de passeio no barranco às margens da rodovia no Marco Divisório. O motorista do caminhão foi arremessado para fora da cabine.

O fisioterapeuta seguia para São João da Boa Vista depois de participar de um processo seletivo na Santa Casa de Poços.

Na ocasião os dois motoristas foram socorridos em estado grave e socorridos por equipes do SAMU e do Corpo de Bombeiros de Poços e de São João da Boa Vista. Infelizmente, o motorista do caminhão não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.