Este site está protegido. Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize as ferramentas de compartilhamento da página.

Professores da rede estadual decidem se entram em greve nesta quinta-feira

Os professores da rede estadual de ensino em Poços de Caldas, decidem se aderem ou não a greve  que teve início nesta quarta-feira, dia 15 de março em todo estado de Minas Gerais.

Categoria cobra pelo cumprimento do acordo firmado com o Governo de Minas

Apesar da categoria ter se reunido em assembleia na terça-feira, segundo a presidente do SindUTe – Sindicato dos Trabalhadores em Educação, Aparecida de Oliveira Santos, a principal reivindicação da categoria é o pagamento do reajuste de 11,36% que não foi concedido pelo governo de Minas após o anúncio do Ministério da Educação ainda no mês de janeiro. Segundo a presidente do SindUTE, o governador Fernando Pimentel, não cumpriu um acordo para o pagamento do piso salarial.

Ainda segundo Aparecida, em Poços de Caldas, cada escola iria decidir se entraria em greve juntamente com o restante do Estado. Se houver adesão, cerca de 900 professores deixarão de dar aulas nas unidades estaduais do município, ou seja, aproximadamente 5 mil alunos vão ficar sem aulas.

A paralisação estadual está prevista para encerrar no dia 27 de março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *